BLC3 vai a Milão apresentar o BioREFINA – Ter

 

É oficial. A BLC3 – Plataforma para o Desenvolvimento da Região Interior Centro vai participar no maior encontro de cientistas europeus ligados à bioenergia – “20th European Biomass Conference and Exhibition” – onde vai fazer a apresentação do BioREFINA-Ter.

Em causa está a presença da estrutura oliveirense num evento de dimensão mundial dirigido a especialistas na área das energias renováveis e que , entre 18 a 22 de junho, levará a Itália, mais concretamente à cidade de Milão, mais de dois mil participantes de 70 países.

Em nota de imprensa, a BLC3 reconhece a mais valia da participação no evento que vai acontecer na cidade Italiana, considerando tratar-se de um passo muito importante ao nível da visibilidade do BioREFINA – Ter, que já entendido pelo Laboratório Nacional de Energia e Geologia como “pioneiro a nível internacional”.

Objeto de pré-candidatura aos fundos comunitários, no valor de 118 milhões de euros, o BioREFINA – TER está concebido para transformar a vegetação espontânea da floresta, habitualmente destinada a ser consumida pelos incêndios florestais, em biocombustíveis lenho-celulósicos substitutos do gasóleo e da gasolina.

Numa primeira fase, o projeto abrangerá os concelhos de Oliveira do Hospital, Tábua, Arganil e Góis, través da construção de uma biorrefinaria de demonstração industrial com capacidade para produzir cerca de 25 milhões de litros de biocombustíveis lenho-celulósicos com base em vegetação espontânea e que não entram em competição nem com as culturas alimentares nem com a floresta.

O objetivo – garante a BLC3 – é “colocar Portugal na vanguarda da tecnologia e da independência do petróleo”. Um passo considerado importante foi dado no final do último ano, com a BLC3 a fabricar, em laboratório, o primeiro bio-crude proveniente da giesta.

Entretanto, o próprio LNEG – a instituição do Ministério da Economia que detém a coordenação nacional de todo o processo da verificação de sustentabilidade na produção de biocombustíveis – já veio a público defender que o BioREFINA-Ter é “um grande projeto nacional para reduzir a dependência do petróleo”.

LEIA TAMBÉM

AVMISP avisa, após reunião Marcelo Rebelo de Sousa, que falta de apoios pode levar empresas afectadas pelos incêndios a encerrar

A Associação das Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal (AVMISP) lamentou hoje, na …

Ano de 2017 foi o melhor de sempre para o turismo no Centro de Portugal

O ano de 2017 foi o melhor de sempre para a atividade turística no Centro …