Blogosfera: blogue oliveirense questiona gestão dos dinheiros públicos na Câmara de Oliveira do Hospital

…na Câmara Municipal de Oliveira do Hospital (CMOH).

Dando exemplos concretos – como o caso do boletim municipal, que teve um custo (só de impressão) de 9.150,00 euros –, o observandoohp publica também um conjunto de outras despesas efectuadas pela CMOH, e que agora podem ser controladas no site intitulado “Transparência na Administração Pública – o Software Livre ao serviço da cidadania. Clique aqui ter acesso.

Dada a pertinência do tema, o correiodabeiraserra.com deixa aqui para os seus leitores o “post” do observandoohp.

“O senhor Presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, Mário Alves, tem tentado (e convenhamos que tem conseguido) passar para a opinião pública, ao longo dos seus mandatos, uma imagem de seriedade, honestidade e de rigor, a que não é alheio o facto de se lhe não conhecer grandes riquezas ou grande património e continuar a percorrer os caminhos do concelho com o carro “que o pai lhe deu”, o já célebre Toyota Starlet branco.

Para além disso é notório que gosta de ser (re)conhecido como homem que, na câmara, gosta de rentabilizar ao máximo os dinheiros públicos. Não querendo de forma alguma questionar a sua seriedade, honestidade ou rigor, deixo apenas alguns exemplos recentes daquilo que não pode ser considerado uma boa gestão de dinheiros públicos (leia-se, dinheiro de todos nós), nomeadamente face ao retorno que os mesmos investimentos tiveram, a saber, iluminação de natal, boletim municipal e a peça “o meu menino”.

Certamente que existem, neste concelho, situações mais prementes onde se possam “gastar” cerca de 30.000 €.”

LEIA TAMBÉM

IMT vai recorrer de decisão que declarou ilegal fecho de centro de inspecção automóvel de Seia

O Instituto de Mobilidade e Transportes (IMT) anunciou que vai recorrer das decisões judiciais que …

Dez detidos em Seia por tráfico de droga

A GNR de Gouveia deteve, entre os dias 1 e 3 de Setembro, oito homens …