Boletim vira “jornal” de informação municipal

“Está já disponível nos “quatro cantos do mundo” a edição online do Jornal de Informação Municipal do Município de Oliveira do Hospital, que chegará também aos oliveirenses, nos próximos dias, através de uma versão impressa”.

Assim escreveu, ontem à tarde, o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino na sua página de facebook habitualmente usada pelo edil para dar conta das novidades municipais e iniciativas em que participa um pouco por todo o concelho.

A causar surpresa está o facto de o presidente da Câmara Municipal dar como certa a criação de um jornal que vem dar seguimento à publicação designada por “Boletim Municipal”. Na edição nº 7 da publicação, o município continua a disponibilizar informação relativa às iniciativas da autarquia, sendo que no primeiro número após eleições autárquicas dá conta da composição final da Câmara e Assembleia Municipal.

No “jornal” de informação municipal, o presidente da Câmara continua a assinar o editoral que nesta quadra surge sob a forma “Mensagem de Natal e Ano Novo”.

Apesar de pouco mudar no tipo de conteúdo apresentado, a publicação surge aos munícipes num novo figurino, muito semelhante aos jornais da comunicação social. Com um total de 20 páginas, o primeiro número da nova publicação vai ser apresentado aos oliveirenses em “papel de jornal” e com paginação condizente a um jornal dito normal. Fotografias legendadas e abertura de texto com capitular são algumas das diferenças encontradas.

Propriedade do município, o jornal de informação municipal continua com direção a cargo do presidente da Câmara que volta a surpreender com o número de exemplares impressos. Se na edição nº 6 do boletim, a autarquia optou por imprimir cinco mil exemplares, no “jornal de informação municipal” a ordem para impressão foi de nove mil exemplares. Uma medida facilmente justificada com o facto de a autarquia fazer transportar para o volume de tiragem a poupança conseguida com a substituição do “papel de revista” para “papel de jornal”.

À semelhança do que vinha acontecendo a produção dos conteúdos do “jornal de informação” tem a assinatura do Gabinete de Apoio à Presidência que conta com os préstimos de pessoal com experiência na área da comunicação social. O fundador e ex diretor deste jornal local foi a mais recente admissão feita pela autarquia no seio daquela equipa.

Com a passagem para a edição da publicação em formato de jornal, a autarquia oliveirense optou por atribuir o trabalho de impressão à FIG – Indústrias Gráficas de Coimbra. Até aqui o boletim tinha impressão a cargo da empresa sedeada na Zona Industrial, a Grafibeira.

Totalmente a cores, o jornal de informação municipal de Oliveira do Hospital deverá manter a periodicidade trimestral. Tal como anunciado pelo presidente da autarquia na sua página do facebook, a publicação deverá chegar, por estes dias, em plena quadra natalícia, à casa de cada um dos oliveirenses. Até agora desconhece-se o investimento da autarquia na nova publicação.

LEIA TAMBÉM

Polícia Judiciária deteve mulher que tentava introduzir haxixe na prisão de Coimbra

PJ deteve em Coimbra autor de crimes de homicídio, na forma tentada e de roubo

A Polícia Judiciária deteve um homem pela presumível prática de um crime de homicídio, na …

GNR realizou ontem 40 detenções em flagrante delito, sete das quais por roubo

Filho preso por suspeitas de ter matado mãe com martelo em Viseu

O homem de 37 anos suspeito de ter matado a mãe em Santarinho, no concelho …

  • Erasmo de roterdao

    “O poder só sobe à cabeça quando encontra vazio para se instalar” Votámos para presidente de Câmara ou para director da “Caras”? Primeiro as pessoas é pão, ou propaganda? Estamos a começar mal…

  • opraeles

    As voltas que o Mundo dá….O Barreto, de defensor da moral e dos bons costumes passou a “ministro da propaganda” do Alex. Isto está podre…que não podem admitir pessoal, como é que ele ali anda?