Bolsas de estudo para os mais carenciados do ensino superior público

 

Decorre, até 21 de novembro, o concurso para atribuição de bolsas de estudo a uma dezena de alunos que frequente o ensino superior público, particular ou cooperativo.

A medida, que volta a ser promovida pela Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, destina-se a alunos economicamente carenciados e residentes no concelho de Oliveira do Hospital.

O concurso que entra hoje, 2 de novembro, em vigor, reserva a atribuição de cinco bolsas de estudo a alunos matriculados em instituições sedeadas fora do concelho, e outras tantas a estudantes que frequentem a escola superior sedeada no concelho oliveirense, diferindo contudo no valor a atribuir. No primeiro caso, as bolsas reportam a 40 por cento da Retribuição Mínima Mensal e, no segundo, a apenas 20 por cento.

A atribuição das bolsas não se cinge à ajuda económica aos alunos carenciados, já que os mesmos ficam obrigados, entre outros aspetos, à prestação anual durante 15 de dias, que poderá ser repartido de colaboração ao nível dos serviços ou projetos de âmbito autárquico a designar pelo município.

Ainda que se trate de uma prática já instituída na política de Educação desenvolvida por anteriores executivos autárquicos, a atribuição de bolsas de estudo é, no entender da vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, uma medida que cada vez mais se justifica tendo em conta a atual conjuntura económica.

“Tem aumentado o número de candidatos ano após anos”, afirmou Graça Silva ao correiodabeiraserra.com, referindo que o município – “temos feito um esforço para manter este concurso”, contou – “tem perfeita consciência da dificuldade que as famílias atravessam para apoiar, economicamente, os filhos que frequentam o ensino superior”.

LEIA TAMBÉM

Dois detidos em flagrante em Tábua por cultivo de cannabis

O Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial da Lousã deteve, ontem, dois homens com …

GNR realizou ontem 40 detenções em flagrante delito, sete das quais por roubo

Apenas um elemento do grupo suspeito de vários crimes na zona Centro ficou em prisão

Dos cinco jovens, com idade entre os 22 e os 28 anos detidos pela PJ …