Bombeiros resgatam treze estudantes no rio Mondego

Um grupo de 13 estudantes foi, ontem à tarde, pelas 18h30, resgatado do rio Mondego, junto à praia fluvial de Torres do Mondego, pelos bombeiros sapadores de Coimbra.

Os estudantes, que são estrangeiros e estão em Coimbra ao abrigo do programa Erasmus, ficaram retidos, em “pequenas ilhotas do rio”, formadas na sequência da subida do nível das águas, provocada por uma descarga da Barragem da Aguieira, disse à agência Lusa fonte da Companhia de Sapadores Bombeiros de Coimbra.

O grupo de rapazes e raparigas, designadamente de nacionalidades brasileira, italiana e espanhola, foram surpreendidos pela subida do nível e aumento da força da corrente da água quando tomavam banho, adiantou a mesma fonte, sublinhando que “não se registaram quaisquer feridos”.

Embora os bombeiros tenham feito deslocar uma embarcação para o local, “não houve condições para operar com o bote, devido às correntes da água”, o que implicou o recurso a outros meios, designadamente cordas e boias, disse a mesma fonte. A operação de resgate demorou cerca de meia hora.

O Erasmus é um programa de “cooperação e mobilidade no âmbito do ensino superior que apoia projectos de cooperação e mobilidade entre a Europa e países terceiros”.

jn.pt

LEIA TAMBÉM

Denuncia do grupo do empresário Fernando Tavares Pereira coloca IMT sob investigação do DIAP

Duas empresas do grupo Tavfer, do empresário Fernando Tavares Pereira, a CIMA – Centro de …

Universidade de Coimbra aposta na folha de mirtilo para tratamento da Esclerosa Múltipla

Um projecto de investigação da Universidade de Coimbra aposta no potencial terapêutico da folha de …