Brás Garcia de Mascarenhas apadrinhou Águia-de-asa-redonda

Depois de ter participado na libertação de um Mocho-galelo, o Agrupamento de Escolas da Brás Garcia de Mascarenhas decidiu aderir à campanha de Natal do Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens (CERVAS) e do RIA, em Gouveia, apadrinhando uma ave (Buteo buteo) que se encontrava em recuperação naquele espaço.

Com esta acção, o agrupamento contribuiu para a angariação de fundos para a manutenção e gestão dos dois centros, geridos pela Associação ALDEIA desde Abril e Outubro de 2009 respectivamente, em parceria com o ICNB e a ANA – Aeroportos de Portugal.

Por outro lado, o apadrinhamento visa também ser uma forma de divulgação e aproximação da população em geral, ao trabalho desenvolvido pelos centros de recuperação de fauna selvagem.

Em nota de imprensa, o agrupamento defende que “o trabalho efectuado pelo CERVAS deve ser acarinhado e incentivado”. “É uma forma pedagógica de mostrar também a toda a comunidade educativa do Agrupamento, que se deve respeitar os animais”, refere.

LEIA TAMBÉM

Alunos da ESTGOH consideram “Oliveira do Hospital uma cidade acolhedora”

ESTGOH atrai 110 alunos na primeira fase de acesso ao ensino superior, curso de Gestão das Bioindústrias sem grande adesão

A Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (ESTGOH) preencheu 110 das …

Amianto vai ser retirado da Escola Secundária de Oliveira do Hospital, oposição critica “timing”

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital anunciou ontem que assinou um contrato de adjudicação …