Brás Garcia de Mascarenhas segue a bom ritmo na 10ª Edição do concurso da fundação Ilídio Pinho

Está a ser positiva a participação do Agrupamento de Escolas Brás Garcia de Mascarenhas na 10ª Edição do concurso da Fundação Ilídio Pinho.

Através do projeto “Contribuição para o estudo da qualidade da água dos fontanários da cidade de Oliveira do Hospital”, a escola assegurou a passagem à segunda fase da iniciativa e arrecadou o prémio no valor de 500 Euros.

Na hora da decisão, o júri privilegiou os projetos que integram uma visão multidisciplinar e que valorizam os recursos naturais e locais para a solução de problemas concretos.

A caminho da segunda fase do concurso, o agrupamento através do professor coordenador do projeto vai dinamizar um conjunto de iniciativas que também vão envolver parcerias com instituições locais.

O prémio final para as escolas vencedoras no 3º escalão (2º e 3º CEB) será de 15 mil, 12 mil e quinhentos e 10 mil Euros, respetivamente.

LEIA TAMBÉM

Jovens cientistas da EPTOLIVA de Tábua desenvolvem Compósito Antisséptico e conquistam segundo lugar na XI Mostra Nacional de Ciência

Jovens estudantes da Eptoliva, na Tábua, no distrito de Coimbra, desenvolveram uma solução desinfectante a …

A escola ou a escolinha (?). Autor: António Ferro.

Durante várias décadas, fui assistindo às mudanças (algumas drásticas e escusadas) no sistema de ensino …