Bruxelas prepara um “resgate brando” para Portugal sem o FMI

A Comissão Europeia está a preparar um segundo resgate a Portugal, prevendo um cenário em que o país tenha dificuldade em financiar-se nos mercados em meados de 2014, altura em que termina o actual programa de resgate da troika.

A informação é avançada pelo jornal espanhol El País que cita duas altas fontes comunitárias, segundo as quais Bruxelas já estará a negociar com Lisboa “uma linha de crédito de precaução”.

De acordo com o mesmo jornal, o dinheiro dessa linha de crédito virá do Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEDE), o que significa que a avaliação do programa de ajuda será feita pelos dirigentes do MEDE e não pelo triunvirato FMI, Comissão Europeia e BCE.

Este “resgate brando”, como lhe chama o El País, implica condições, ou seja, mais cortes. O jornal espanhol avança, no entanto, que as medidas de austeridade a adoptar em Portugal serão menos exigentes do que as que foram aplicadas até agora.

Esta segunda ajuda permitiria ainda que o BCE pudesse reactivar a compra de dívida portuguesa, “um sinal de que a União Europeia não deixará cair um país que chegou aos limites da austeridade”, escreve o El País numa notícia assinada pelo seu correspondente em Bruxelas que lembra em primeira página a turbulenta semana política portuguesa, na qual o Governo de coligação esteve perto da ruptura total.

publico.pt

 

LEIA TAMBÉM

Universidade de Coimbra aposta na folha de mirtilo para tratamento da Esclerosa Múltipla

Um projecto de investigação da Universidade de Coimbra aposta no potencial terapêutico da folha de …

Polícia Judiciária deteve mulher que tentava introduzir haxixe na prisão de Coimbra

PJ deteve 12 pessoas em Coimbra por suspeita de tráfico de droga

A Directoria do Centro da Polícia Judiciária anunciou hoje ter detido, na terça-feira, doze pessoas …