Câmara de Góis atribui apoios aos Estudantes e assina contrato de Emprego-Inserção com desempregados do concelho

Câmara de Góis continua política de cedência de imóveis não utilizados a associações do concelho

A Câmara Municipal de Góis está a desenvolver uma política de cedência de imóveis municipais não utilizados a associações do concelho. Ontem foi assinado um protocolo, entre o município e a Comissão de Melhoramentos do Vale do Ceira e Costa de Góis, no qual é cedida a antiga escola básica de Samoura. O acordo tem validade de trinta anos.

Desactivado há mais de uma década e com mais de meio século de história, o espaço vai passar agora a funcionar como apoio e sede ao desenvolvimento das actividades culturais, desportivas e recreativas, de defesa e valorização da Costa de Góis.

“A cedência de imóveis municipais, nomeadamente antigas escolas do ensino básico, tem sido prática corrente da autarquia ao longo dos últimos anos, tendo como objectivo evitar a degradação dos edifícios, por falta de utilização, recolocando-os ao serviço das comunidades locais”, explica uma nota do município.

LEIA TAMBÉM

José Carlos Alexandrino lança suspeitas sobre queijeiras de Seia nas descargas ilegais no rio Cobral

Como regresso da chuva, os habitantes que vivem próximo do rio Cobral temem que voltem …

Elon Musk defende rendimento universal para compensar “roubo de empregos pela” automação

Com muitos relatórios a apontar para uma redução significativa do número de empregos disponíveis no futuro, podendo …