Câmara de Oliveira do Hospital incentiva alunos do Concelho com bolsas de estudo

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital determinou na reunião da autarquia a abertura do concurso para atribuição de bolsas de estudo. Os alunos residentes no concelho, que frequentam estabelecimentos de ensino superior público, podem candidatar-se entre 20 de Outubro e 7 de Novembro, junto dos serviços administrativos da Câmara Municipal.

As bolsas previstas pelo actual regulamento visam apoiar a continuação dos estudos a alunos economicamente carenciados que, apesar do aproveitamento escolar, por falta de meios, se vêem impossibilitados de o fazer. Além disso existe a atribuição de bolsas por aproveitamento escolar excepcional a estudantes a frequentar estabelecimentos de ensino superior.

A bolsa de estudo por insuficiência económica é uma prestação pecuniária equivalente a 40 por cento da retribuição mínima mensal garantida em vigor, para comparticipação nos encargos decorrentes da frequência do ensino superior pelos/as estudantes economicamente desfavorecidos do Concelho de Oliveira do Hospital. De referir que constitui condição preferencial a frequência de ensino superior na Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (ESTGOH), estando salvaguardo 25 por cento do orçamento (50 mil euros) para os candidatos que frequentam o ensino superior nesta escola.

O apoio de estudo por mérito excepcional é uma prestação pecuniária, para comparticipação nos encargos decorrentes da frequência do ensino superior pelos/as estudantes do Concelho de Oliveira do Hospital. A bolsa por mérito excepcional tem o valor mensal de cem euros e serão atribuídas, anualmente, seis dessas bolsas: três para estudantes que irão frequentar o 1º ano do ensino superior e três para estudantes já a frequentar o ensino superior.

LEIA TAMBÉM

Tomada de posse dos órgãos autárquicos marcada pela tragédia dos incêndios e presidente reeleito aposta em “fazer renascer Oliveira do Hospital”

Não foi uma tomada de posse normal dos novos responsáveis pelo munícipio. Os discursos inflamados …

António Lopes apresenta denúncia no MP contra as autoridades do concelho oliveirense por entender que pode existir “crime de homicídio por negligência” na tragédia dos incêndios

O eleito à Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital, António Lopes, apresentou ontem uma denúncia …

  • Politicalex

    Abençoada crítica..! Os protocolos de descentralização para as juntas, do apoio à família, foram aprovados na AM, no mesmo dia. As taxas já andam a dar confusão. O regulamento das bolsas de estudo diz que é para começarem a ser pagas no 1ºperíodo.,que vai até meados de Dezembro. Contudo, o ano passado foram gastos 50 mil euros em bolsas. Na feira do queijo cerca de 70 mil. A feira do queijo é o nosso futuro..! A selecção dos bolseiros tem regras. Contudo , diz-se muita coisa. Este ano vamos estar particularmente atentos.i Isto é “tudo pelas pessoas”… A cobrar, rapidamente. A apoiar,pouco e com calma…

  • Combate

    Isto está a ficar mesmo complicado. Ervedal, Lagares, e Ponte das
    Três Entradas não pagam. Oliveira paga, a primária, 5 euros. Nogueira
    paga 6,5 euros!!! Dizem-me que o euro e meio é para um assunto que até
    me recuso a divulgar sem confirmar com mais pessoas.
    A Assembleia de
    Freguesia votou contra. Puseram alguém a contactar os pais para pagarem
    voluntariamente. As pessoas, com receio, algumas estão apagar..! Ao que
    isto chegou..?
    Já se comenta. Isto é o “TUDO PELAS PESSOAS QUE PAGAM”