Câmara de Oliveira prepara “24 horas de desporto municipal”

O próximo fim de semana vai colocar “a nu” a riqueza desportiva que existe no concelho de Oliveira do Hospital. Vão ser “24 horas de desporto municipal” destinadas a envolver cada vez mais oliveirenses na prática desportiva, porque “fazer desporto, faz bem à saúde”.
Vão ser várias as modalidades desportivas em destaque no programa “24 horas de desporto municipal” ontem apresentado pela Câmara de Oliveira do Hospital e que vai decorrer já no próximo fim de semana. Uma iniciativa que, explicou a vereadora do desporto, surgiu com o propósito de dar visibilidade a um conjunto de iniciativas desportivas calendarizadas pelas várias associações e coletividades do concelho – hóquei em patins, ténis, btt, atividades radicais (Eptoliva) entre outras – e que acaba por ser enriquecido com outras atividades pensadas pelo município, como é o caso da equitação, ténis de mesa, futebol e airsoft. A estas somam-se também outras atividades como a aeróbica, natação, mini golfe e outras modalidades que, em conjunto, permitem ao município e coletividadaes proporcionar um fim de semana “diferente” e exclusivamente dedicado à prática desportiva.

“O concelho é riquíssimo nas diferentes modalidades e quisemos evidenciar essa riqueza”, explicou Graça Silva, contando que tem sido preocupação do município oliveirense “dar ênfase à atividade desportiva” que, no concelho tem ganho adeptos na área do pedestrianismo. A ideia, reforça Graça Silva, é consciencializar a população de que “fazer desporto, faz bem à saúde”.
Na apresentação de um programa desportivo nunca antes realizado no concelho, o presidente da Câmara Municipal disse tratar-se de “uma pedrada no charco”. “O objetivo é alertar e incentivar o gosto pela prática desportiva”, continuou José Carlos Alexandrino, verificando que um programa como o que está previsto para o próximo fim de semana só é possível porque “o concelho de Oliveira do Hospital é rico em tudo” e “é versátil em termos desportivos”. “Em outros concelhos só existe futebol, mas aqui não”, verificou o autarca, para quem a iniciativa “24 horas de desporto municipal” servirá como um “chamamento para que a comunidade participe”. “Participem nas diferentes provas”, apelou ainda o responsável concelhio, que na organização da iniciativa desportiva conta com os conhecimentos de um jovem, formado em gestão desportiva, e que se encontra a realizar um estágio no município. “É ele o grande responsável por este acontecimento”, observou José Carlos Alexandrino. Marcelo Nascimento é o jovem de que se fala e que, por dentro da organização do mega programa desportivo, tem a registar a boa adesão e recetividade demonstrada pelas coletividades e associações desportivas. “É benéfico para o concelho que tenham esse sentido de responsabilidade”, referiu.
Para além da dinamização das “24 horas de desporto municipal”, o município de Oliveira do Hospital prepara-se para relançar as manhãs desportivas do Parque do Mandanelho. Na forja está também um projeto já considerado como um ex líbris concelhio na área do pedestrianismo. Em causa está o “percurso das Levadas de Alvôco de Várzeas”, semelhante ao que existe na Madeira. “É um percurso em descida que nos diferenciará e chamará pessoas porque é acompanhado por uma linha de água” observou José Carlos Alexandrino.

LEIA TAMBÉM

Raul Alarcon conquistou camisola amarela em Oliveira do Hospital e Marcelo Rebelo de Sousa concentrou atenções

O espanhol Raul Alarcon (W52-FC Porto) foi hoje a grande figura da Volta a Portugal …

Governo lança hoje financiamento de 36 milhões para recuperar floresta das áreas ardidas, sendo 4 milhões para o Pinhal Interior

O Governo lança hoje concursos faseados de apoio à floresta, por região do país, no …