Mistério do consumo de mais de 1300 litros de água por dia em casa desabitada em Andorinha continua e proprietários ainda não sabem se vão ter ou não de pagar

Câmara Municipal de Oliveira do Hospital facturou menos 40 mil euros de água para não onerar vítimas dos incêndios

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital facturou no último mês de Outubro menos 38.133 euros de água, devido às medidas tomadas para não onerar quem combateu os incêndios de 15 de Outubro com água própria.

A autarquia optou por suportar o excesso de consumo que existiu no período da catástrofe, tendo emitido as facturas, atendendo às médias gastas nos meses anteriores e não ao período em que ocorreram os incêndios que devastaram o concelho e que levou muitos munícipes a utilizar água da rede para combater as chamas. A informação foi prestada hoje durante a reunião de Câmara pelo presidente José Carlos Alexandrino.

LEIA TAMBÉM

Governo rejeitou mais de 10 milhões euros nos prejuízos dos incêndios de Outubro afirma a Maavim

O Movimento Associativo de Apoio às Vítimas dos Incêndios de Midões (maavim), Tábua, acusou ontem …

Costa assina despacho para iniciar pagamento das indemnizações das vítimas dos incêndios

O Primeiro-ministro assinou hoje um despacho para que se proceda ao pagamento das primeiras indemnizações aos …