Câmara Municipal de Seia promove incentivos à criação de emprego e ao investimento.

Câmara Municipal de Seia lança incentivos à criação de emprego e ao investimento.

A Câmara Municipal de Seia vai lançar um novo pacote de incentivos, no âmbito da sua política de apoio às empresas e à criação de emprego. O objectivo deste projecto passa pela dinamização dos espaços industriais e empresariais do Concelho. A autarquia avança com a  a fixação de períodos de carência, isenção (total ou parcial) do pagamento dos terrenos, bem como a criação de um cheque empresa, atribuído em função dos postos de trabalho criados. Esta verba poderá ser descontada nos serviços prestados pelo Município (água e saneamento básico). A divulgação do projecto será feita no encerramento da Semana Europeia das PME´s, no dia 10 de Outubro.

As medidas abrangem, igualmente, isenções ao nível do pagamento das taxas de ligação desses serviços, bem como dos encargos inerentes às operações de licenciamento municipais. “O objectivo é incentivar, por um lado, os empresários locais a fixar novas empresas no município, favorecendo, simultaneamente, o surgimento externo de novas iniciativas empresariais”, refere um comunicado da autarquia.

O Presidente do Município, Filipe Camelo, considera estas medidas como  “fundamentais para o crescimento empresarial do concelho”, sublinhando que “as medidas podem inclusivamente ser apoiadas entre si e, dessa forma, atingir o objectivo de fixar empresas e aumentar riqueza no município”. “As medidas enquadram-se nos eixos estratégicos definidos pela Câmara Municipal, no que se refere à atracção de novos investimentos, apoio às actividades económicas, de criação de emprego e estímulo à inserção e valorização profissional”, concluiu o autarca.

LEIA TAMBÉM

João Paulo Albuquerque acusa PS por não concluir IC6, pelo menos, até 2030

João Paulo Albuquerque considera que o IC6 não é uma prioridade, mas sim uma necessidade …

Alunos da ESTGOH consideram “Oliveira do Hospital uma cidade acolhedora”

ESTGOH atrai 110 alunos na primeira fase de acesso ao ensino superior, curso de Gestão das Bioindústrias sem grande adesão

A Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (ESTGOH) preencheu 110 das …