A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital voltou a subsidiar entidades concelhias e a Câmara Distrital de Cantagalo da República Democrática de São Tomé e Príncipe no total de 53 mil Euros.

Câmara Municipal voltou a subsidiar e a atribuir cabazes de Natal

Do leque de entidades constam as freguesias de Lagos da Beira, São Sebastião da Feira e Vila Pouca da Beira, com um subsídio de 15 mil euros cada, para comparticipação na aquisição de equipamentos e requalificação de espaços. Três mil euros foram canalizados para a Confraria de Nª Sr.ª da Conceição de Penalva de Alva, como apoio à aquisição de uma viatura de transporte de passageiros de nove lugares. À Câmara Distrital de Cantagalo, a autarquia reservou o montante de cinco mil euros destinados a comparticipar na aquisição de equipamento informático com vista ao apetrechamento de um Centro de Internet e Informática. A deliberação de atribuição de subsídios foi tomada durante a última reunião do executivo, realizada dia 18 de Dezembro.

Cabazes de Natal para famílias carenciadas
À semelhança do que vem sendo hábito na quadra natalícia, a Câmara Municipal já iniciou a entrega de cabazes de Natal a famílias carenciadas do concelho. Até ao momento ainda não foi possível ao diário online do Correio da Beira Serra – a vereadora da Acção Social tem estado incontactável – apurar quantas famílias vão este ano beneficiar dos cabazes, mas – como a própria referiu em Outubro – no ano passado a autarquia procedeu à entrega de nove dezenas de cabazes a famílias carenciadas. A vereadora dava conta de que os casos de pobreza grassavam mais na cidade e não tanto nas freguesias, com excepção das freguesias de Lourosa e Seixo da Beira, onde também o diário online do CBS já detectou alguns focos de “miséria”.

Na ocasião, Elsa Correia – instada por este jornal – revelou que “em Oliveira do Hospital, há cada vez mais gente a passar por necessidades” até porque – como justificou – “a conjuntura económica afecta todos os portugueses”. A vereadora disse estar até preocupada com – o que denominou – “a pobreza envergonhada que impede as pessoas de solicitar ajuda”.

Na mensagem de Natal disponibilizada no site da autarquia e na última Newsletter divulgada via e-mail, o presidente da Câmara Municipal sublinha que no momento actual é “importante avaliar o trabalho realizado e os objectivos alcançados, de forma a serem equacionadas todas as acções e procedimentos considerados necessários para colmatar as eventuais lacunas que se fizeram sentir”.

Mário Alves garante que do lado do executivo que lidera há o “compromisso total” com “a defesa intransigente dos legítimos interesses dos Oliveirenses e a melhoria dos níveis de qualidade de vida”.

LEIA TAMBÉM

CDU reclama transporte público até Ervedal da Beira e acusa Câmara de se esquecer de obras importantes

Os elementos da CDU representados na União das Freguesias de Ervedal da Beira e Vila Franca …

Tábua inaugurou posto de carregamento de veículos eléctricos

A Câmara Municipal de Tábua inaugurou hoje o Posto de Carregamento de Veículos Eléctricos. O …