Câmara oliveirense renova medidas para “valorizar” papel da juventude

Orçamento Participativo Jovem e Férias + solidárias são as duas medidas acabadas de lançar pelo município de Oliveira do Hospital com o objetivo de valorizar o papel dos jovens na vida concelhia.

À semelhança do que aconteceu no ano passado, a Câmara quer este ano voltar a conhecer as propostas que os jovens tenham para apresentar nas diferentes áreas da vida concelhia. Para o efeito e no âmbito do Conselho Municipal da Juventude, decidiu relançar a iniciativa “Orçamento Participativo Jovem” à qual reserva um montante de 25 mil euros destinada à implementação da ideia que venha a ser escolhida pelo público. Em fase de entrega de propostas até 13 de julho, o Orçamento Participativo Jovem destina-se a jovens com idades entre os 16 e os 35 anos, podendo cada jovem residente no concelho participar a título pessoal ou como representante de uma organização.

“Devemos intervir no sentido de que o poder local possa ouvir os jovens e os seus anseios”, referiu o vereador da Juventude da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, Nuno Ribeiro, explicando que através da iniciativa do Orçamento Participativo Jovem é dada oportunidade aos jovens de “darem o seu contributo para iniciativas que gostariam de ver concretizadas no concelho” em diversa áreas da vida concelhia.

A motivar o relançamento da iniciativa está a vontade do município de “valorizar os jovens e as associações juvenis”, bem como sucesso verificado em 2013, ano em que a proposta vencedora foi a que foi apresentada pela Associação de Estudantes da ESTGOH destinada à remodelação da fachada da escola e obras de intervenção na zonas do bar e da cantina. Um projeto que exige grande investimento por parte do município e que chegou a colocar em causa a renovação do Orçamento Participativo Jovem em 2014, situação que não se veio a verificar. “Apesar das contingências não devemos deixar cair a medida”, referiu.

Em dia de relançamento do Orçamento Participativo Jovem, o pelouro da Juventude da autarquia oliveirense abriu igualmente caminho às iniciativas “Férias Ocupadas” e “Férias + Solidárias”destinadas à promoção saudável dos tempos livres dos jovens, conquista de hábitos de voluntariado e ao contacto experimental com algumas atividades profissionais. Destinadas a jovens com idades entre os 14 e os 18 anos (Férias Ocupadas) e entre os 19 e 30 anos ( Jovem + Solidário), as iniciativas incidem sobre várias áreas de atividade, sendo beneficiárias entidades como as freguesias, associações juvenis, entidades de interesse público e privadas sem fins lucrativos.

Na apresentação das medidas, Nuno Ribeiro apelou à participação da juventude. “Independentemente das ideologias dos jovens tragam ideias e ocupem os tempos livres nestas férias de verão”, desafiou o responsável.

LEIA TAMBÉM

José Carlos Alexandrino acusa Governo de discriminação na ajuda pós-incêndios

O presidente da câmara de Oliveira do Hospital acusou o Governo de estar a discriminar …

IP reforça meios de prevenção e limpeza de gelo e neve nas estradas da Serra da Estrela com novo Silo de Sal-gema na Guarda

A Infra-estruturas de Portugal (IP) instalou na Guarda, um novo silo de sal-gema com capacidade …