Câmara quer distribuir fruta pelo primeiro ciclo

A vereadora do pelouro da Educação da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital anunciou, anteontem, que a autarquia decidiu aderir ao projecto de âmbito europeu, que consiste na distribuição gratuita de uma peça de fruta, pelo menos duas vezes por semana, aos alunos do primeiro ciclo.

“O objectivo é incutir hábitos de alimentação saudável junto dos nossos alunos”, explicou Graça Silva, adiantando que ainda não está decidido o número de dias em que a fruta será distribuída pelas crianças.

A medida anunciada valeu o reparo imediato de Mário Alves, que considerou que a mesma “não vai surtir efeito” nos moldes em que está a ser preparada.

“Acho que a Câmara deveria assumir os restantes dias”, afirmou o vereador do PSD, opondo-se a “um programa intercalado e parcial”.

Defensor da distribuição de fruta em cada um dos dias da semana, Alves criticou o excesso de doces que é consumido pelos alunos do concelho. “Os bares das escolas deveriam ter fruta a preço de custo para incentivar os jovens ao consumo”, referiu.

Conhecedor da realidade escolar, o presidente da Câmara Municipal saiu em defesa das escolas, verificando que as mesmas “estão sensibilizadas para isso”. José Carlos Alexandrino não colocou, contudo, de parte a sugestão de Alves, de a fruta poder ser distribuída todos os dias. “Podemos fazer esse enquadramento”, frisou.

LEIA TAMBÉM

Jovens cientistas da EPTOLIVA de Tábua desenvolvem Compósito Antisséptico e conquistam segundo lugar na XI Mostra Nacional de Ciência

Jovens estudantes da Eptoliva, na Tábua, no distrito de Coimbra, desenvolveram uma solução desinfectante a …

A escola ou a escolinha (?). Autor: António Ferro.

Durante várias décadas, fui assistindo às mudanças (algumas drásticas e escusadas) no sistema de ensino …