Cão não arredou ‘pé’ da Urgência enquanto dono esteve internado

Depois de o seu dono se ter deslocado à Urgência dos Hospitais da Universidade de Coimbra, e de ali ter ficado internado, um cão de pequeno porte não abandonou a porta daquela unidade hospitalar, isto mesmo depois de, alegadamente, ter sido enxotado várias vezes pelos seguranças, conta o Jornal de Notícias.

Enquanto o dono não teve alta, o seu cão não ‘arredou pé’ da porta da Urgência do hospital. Assim foi, em Coimbra, no passado fim de semana, segundo vários relatos recolhidos pelo Jornal de Notícias.

O homem deu entrada nos Hospitais da Universidade de Coimbra, tendo conduzido até ao local com o seu cão como companhia. Acontece que acabou por ser internado, sendo que o animal não desmobilizou da porta da Urgência até que o dono tivesse alta.

De acordo com alguns testemunhos recolhidos pela mesma publicação, os seguranças tentaram afugentar o cão por várias vezes, mas sem sucesso. O animal estava decidido a esperar. E esperou.
Recorde-se que este não é um caso isolado. Corria o ano de 2011, quando, ao longo de cinco meses um cão aguardou junto ao Centro de Saúde de Rio de Mouro, Sintra, que a sua dona dali saísse. Mas este animal não teve tanta sorte. A mulher havia falecido. Chiquinho, de seu nome, acabaria por ser adotado por vizinhos.

noticiasaominuto.com

LEIA TAMBÉM

Detidos incendiários em Viseu, Vouzela e Tondela

A Polícia Judiciária deteve um homem, de 41 anos, casado, servente de pedreiro, pela presumível …

IMT vai recorrer de decisão que declarou ilegal fecho de centro de inspecção automóvel de Seia

O Instituto de Mobilidade e Transportes (IMT) anunciou que vai recorrer das decisões judiciais que …