O conhecido empresário oliveirense, Carlos Brito, é hoje bestialmente crítico quanto às eleições internas do PSD.

Carlos Brito escreve artigo polémico sobre as eleições do PSD

Imagem vazia padrãoNum artigo de opinião publicado na edição impressa do Correio da Beira Serra e disponível neste diário digital, Brito diz que o que “diferencia” os dois candidatos à liderança do partido – José Carlos Mendes e Paulo Rocha – do actual presidente da Câmara de Oliveira do Hospital, é “apenas a fisionomia e o temperamento”.

“Em tudo o mais, nada os diferencia. Pertencem à mesma família (desavinda), ao mesmo ventre político, à mesma escola de práticas políticas: os mesmos tiques políticos, o mesmo caciquismo, a mesma política eleitoralista, as mesmas tricas e ambições políticas pessoais, que se sobrepõem, quase sempre, ao interesse colectivo e às necessidades actuais do concelho”, refere Brito.

Mas neste artigo de opinião, Brito também interpela António Campos, relativamente ao facto de o antigo eurodeputado do PS ter escrito recentemente um artigo no CBS, onde afirmava que “o nosso concelho está em 10º lugar a nível de desenvolvimento económico e social do distrito quando, ainda há poucos anos atrás, éramos o terceiro concelho com melhores dados de desenvolvimento económico”.

Segundo deixa entender, Brito acha que o PS tem responsabilidades políticas e desafia Campos a esclarecer “quem são e porquê, na sua opinião, os culpados da actual situação”.

“Quem serão os responsáveis por esta estagnação a que o senhor engenheiro se refere? Será que se refere unicamente ao actual presidente da Câmara? Ao PSD? Aos empresários do concelho?”, pergunta aquele empresário do sector das confecções.

LEIA TAMBÉM

Tomada de posse dos órgãos autárquicos marcada pela tragédia dos incêndios e presidente reeleito aposta em “fazer renascer Oliveira do Hospital”

Não foi uma tomada de posse normal dos novos responsáveis pelo munícipio. Os discursos inflamados …

Luís Lagos abandonou liderança distrital do CDS/PP e só aceita cargo de eleito na AM de Oliveira do Hospital “com total liberdade partidária”

O Presidente da Distrital do CDS/PP de Coimbra, Luís Lagos, abandonou ontem a liderança daquele …