Carnaval da Beira Serra atraiu 2500 pessoas a Lagares da Beira

 

Marcado pela sátira ao estado de abandono a que estão votadas as antigas instalações da ACIBEIRA e pela crítica ao governo de José Sócrates, o Carnaval da Beira Serra percorreu, ontem, as principais ruas de Lagares da Beira.

Organizado pela direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Lagares da Beira (AHBVLB), a 33ª edição do carnaval contou com o envolvimento da população e instituições locais que, colocaram na rua 17 carros alegóricos e perto de três centenas de figurantes.

Ainda que não tenha sido o desejado, o número de visitantes não deixou de satisfazer os membros da organização. “Correu bem, mas se o tempo estivesse melhor teríamos conseguido atrair mais público”, afirmou José Pina ao correiodabeiraserra.com, referindo que a edição deste ano foi semelhante à do ano passado, onde também se contabilizaram 2500 pessoas.

Na memória do presidente da direção da AHBVLB está, contudo, o Carnaval de 2009 onde, devido ao bom tempo se registou uma forte afluência de público.

Apesar das condicionantes climatéricas, José Pina observa que o Carnaval da Beira Serra se tem vindo a afirmar como “uma tradição e um marco” da freguesia.

“Recebemos cada vez mais gente oriunda de fora do concelho”, referiu, atribuindo a responsabilidade do sucesso a todos os que se envolveram na organização do certame.

“É de louvar os bairros pelo trabalho e bom desempenho na elaboração dos carros”, continuou José Pina, destacando o envolvimento de cerca de seis centenas de pessoas na preparação do Carnaval.

Para além do cortejo, o outro momento alto do Carnaval da Beira Serra coincide com a leitura das tradicionais deixas. Habitualmente apreciada por um número considerável de populares e visitantes, a iniciativa realiza-se hoje, a partir das 22h00 e percorre algumas ruas da vila com paragens pelo meio.

Culminando com o enterro do Entrudo, a leitura das deixas representa a leitura do testamento do Entrudo e resulta da recolha de deixas elaboradas pela população e, depositadas em caixas previamente colocadas em locais públicos para o efeito. Por norma, as deixas visam, ainda que indiretamente, populares da freguesia e outros.

LEIA TAMBÉM

Cemitério de Nogueira do Cravo vai ser ampliado

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital aprovou na sexta-feira o alargamento do cemitério de …

LMAN promove “peregrinação” ao Santuário de Nossa senhora das Preces em Vale de Maceira

A Liga de Melhoramentos Desporto e Cultura de Aldeia de Nogueira (LMAN) vai realizar no …