CDS-PP vai apresentar queixa contra práticas do PS na Freguesia de S. Gião

O CDS-PP de Oliveira do Hospital, através do seu eleito Victor Guttierrez, vai apresentar uma queixa no Ministério Público contra aquilo que considera ser a imposição de práticas antidemocráticas no funcionamento dos órgãos autárquicos da freguesia de S. Gião. Em causa, explicam os populares, está o facto do PS local ter feito avançar uma reunião da Assembleia de Freguesia sem que previamente, como impõe a lei, os membros daquele órgão autárquico recebessem atempadamente a documentação referente aos pontos em deliberação.

“Tal desidrato, nasce da ultrapassagem das mais elementares regras democráticas de que foi objecto na ultima reunião da Assembleia de Freguesia de S.Gião, onde o Partido Socialista fazendo uso da sua maioria impôs que a reunião prosseguisse sem que previamente, como impõe a lei, os membros do órgão autárquico recebessem atempadamente a documentação referente aos pontos em deliberação. Mais grave ainda, quando o assunto em apreciação era a prestação de contas do exercício autárquico de 2014”, referem os populares em comunicado, adiantando que a comissão política concelhia do partido aprovou por unanimidade um voto de confiança política e a solidariedade institucional ao seu eleito local Victor Gutierrez.

“O CDS-PP como partido democrático e empenhado no normal funcionamento dos órgãos democráticos irá apresentar de imediato queixa no Ministério Público local, com intuito de repor a normalidade e regular o normal funcionamento dos órgãos autárquicos da freguesia de S. Gião, onde o Partido Socialista, infelizmente, tal como noutros fóruns, tem vindo a impor de forma ostensiva e antidemocrática o poder da sua maioria”, rematam os elementos do CDS.

LEIA TAMBÉM

Incêndio

Anda tudo a gozar connosco!!! Autor: Luís Lagos

Anda tudo a gozar connosco!!! Eu estou absolutamente farto!!! Fartinho!!! Haverá quem leia este post …

Marcelo Rebelo de Sousa visita Zona Industrial de Oliveira do Hospital devastada pelos incêndios

O Presidente da República já está em Oliveira do Hospital e visitou a zona industrial que …

  • Guerra Junqueiro

    A oligarquia socialista cá do burgo no seu melhor.
    Estas histórias são comuns e repetitivas.

    Cumprimentos
    Guerra Junqueiro

    • Dupond e Dupont

      Diria mesmo mais: a oligarquia cá do burgo no seu melhor…

  • Beto

    Caro Victor Guttierrez,

    Apesar de ter toda a
    razão do seu lado não se incomode muito com o funcionamento da Assembleia de
    Freguesia de São Gião, pois tirando o senhor e mais 1 ou dois todos lá estão
    para fazer número e dizer ámen ao Doutor incluindo o próprio presidente da
    junta que apesar de ser um bom homem e ter boas ideias e bons princípios não
    pode fazer mais porque não pode pisar o risco e fugir das ideias e regime
    ditatorial imposto nos últimos anos na freguesia.

    Viva o 25 de Abril!!!!

  • António José

    Exmo. Sr. Victor Gutierrez
    O artigo refere e bem que tal “como impõe a lei”,
    os membros do órgão autárquico recebem atempadamente a documentação referente
    aos pontos em deliberação”. Ora as Leis são para se cumprirem! Elas
    existem e sobrepõem-se a todo o tipo de interesse particular ou de cariz político!
    O povo está farto de políticos ou de indivíduos que têm a pretensão de o ser, ignorantes
    que desconhecem a importância e as linhas orientadoras do Poder Local. O Poder
    Local no fundo, é uma descentralização, uma benesse com base na democracia
    participativa. Os Presidentes da Junta são as pessoas ou órgãos que se
    encontram mais próximos das pessoas e dos seus problemas, é para os resolver
    que são eleitos! Se não o fazem, não sabem ouvir, são incompetentes! O Poder
    Local não é legislador, actua na freguesia em prol dos locais e dos interesses
    do mesmo! Parece-me que os problemas da freguesia são do interesse de todos,
    situam-se acima de qualquer politiquice! Bolas! Uma assembleia de Freguesia é
    uma reunião para se decidir sobre problemas e coisas que são da preocupação
    comum dos locais! Não é a Assembleia da República! Lamentável e inaceitável!

  • Plebicola

    Começa a aparecer quem não tenha medo de exercer os direitos que lhes assiste, uma vez que começa a ser prática a forma de estar de alguns elementos, autoritária e arrogante, com Filiação ou apoio do PS.

    Uma vez que o assunto é de tamanha importância como o da aprovação de contas, o não respeito pelas regras é um principio dos mais básicos, falamos da base da democracia e esta gente anda impune e pensa que se manterá impune.

    Infelizmente uma coisa podem ter a certeza, nas próximas o Alex ganha outra vez, pois ele dá ao povo uma coisa, Festa e empregos a amigos e afilhados o que tudo somado lhe irá dar nova vitória, pois não pense a oposição que tem qualquer hipótese, com excepção a um jovem politico que está num partido com pouca representação, pois infelizmente ainda se vota por cor e não por competência.

    Por isso amigo Luís, caso tenhas disponibilidade e o PSD abra os olhos te possa por a encabeçar uma coligação aí sim passava a existir forte possibilidade de o Alex ou o Bizu que se anda a posicionar tenham hipótese de vitória.

    Fica também aqui por mim dito que os hibridos Lopes e Guerra Junqueiro Albuquerque, são e serão sempre cartas fora do baralho em qualquer futuro politico, mas servem para o combate pois a facilidade com falam de tudo e de todos é tão básica que até da gozo ver.

    • Respeitoaopróximo

      Então o Lopes já não serve? Só serviu para pagar campanhas e vender apartamentos que parece ainda não pagaram na integra? Deviam ter vergonha na cara.Sois todos farinha do mesmo saco.

    • Guerra Junqueiro

      Se por ti, aqui alguma coisa fica dito, convém usares termos teus, pois híbrido já há muito foi por utilizado. Vens muitos anos atrasado, mas fico satisfeito por notar seres um leitor atento. Bem vindo sejas. Vou gostar de te ler, (espero eu).

      Cumprimentos
      Guerra Junqueiro

      • Plebicola

        Guerra para ti apenas o seguinte os termos nem são teus nem são meus do dicionário de lingua portuguesa, mas com essa toda tua sabedoria até te digo mais um leitor que por aqui andava que se identificava como “Roimenatola” desde sempre chamou hibrido ao Lopes. Aliás esse leitor tinha belíssimas intervenções, gostava de voltar a ler a sua acertividade.
        Obrigado por me desejares as boas vindas, se gostares ou não de ler como deves compreender é contigo, desde já retribuo os cumprimentos.

    • Respeitoaopróximo

      Então o Lopes já não serve,só serviu para pagar campanhas e vender apartamentos que pelo geito ainda não pagaram na integra?

      • Plebicola

        Não sei o que dizes, mas Lopes não precisas de mudar o utilizador, posso te dizer que desconheço o que falas se pagas ou não campanhas ou apartamentos, tens essa tendência de misturar assuntos. Uma coisa eu sei quando tinhas dinheiro não é que não tenhas pagavas, e aqueles que andaram a comer á tua conta faziam-te vénias e eram subservientes, agora que não andas a distribuir dinheiro as coisas já são diferentes. Para ti foi bom ficas-te a conhecer o caráter de alguns fulanos. Se voltares a distribuir dinheiro existem os que têm vergonha e não voltam a comer no prato onde cuspiram, depois terás os sem vergonha que voltam, se tu deixares a comer no prato onde cuspiram. No que toca o resto tu e o Junqueiro estão a fazer um bom trabalho, porque qualquer em qualquer luta é necessário os que batem no bombo, ora aí está tarefa que vocês os dois estão a desempenhar na perfeição, a qual devem manter.

        • António Lopes

          Caro “Senhor”: A esta altura do campeonato, era minha convicção que as pessoas já se tinham habituado a que digo o que penso com o meu nome, devidamente assinado.Poderei ter muitos defeitos e reconheço, tenho alguns.Hibrido, é que penso não sou.Em nada.Muito menos na política.O bom das instituições é que se elaboram actas daquilo que se diz.Deixo-lhe a página 65 e 66 da AM de 26 de Abril de 2013, onde afirmei,sendo presidente da AM e na frente de todos os eleitos, que era comunista e não negava nem na boca da pistola nem no bico da espada, o que desagradou muito ao PS e foi muito comentado no congresso do partido que se realizou no dia seguinte.Disse algo semelhante, em entrevista ao Diário de Coimbra, no dia que aceitei o convite.Eu nunca enganei , nem engano ninguém.Fui sempre um crítico de muitas situações.E foi assumido pelo Senhor Presidente da Câmara na AM e fora dela, que eu era o principal opositor.Por acaso na última AM, o lider do PS também não se lembrava disso e disse que eu estava sempre de acordo..! Leia a acta infra e tire as suas conclusões.Se lessem mais e acompanhassem o que se diz e faz, se calhar, estava tudo melhor.Quanto ao futuro não serei candidato como já o não quis ser em 2005.Porque não posso.Não tenho vida para funções exclusivas.Que a próxima Câmara farei tudo para que la esteja outro tipo de gente e especialmente com outra política farei.O que lhe posso dizer é que, Mário Alves, era politicamente falando, muito mais solido.E caiu..!Tenha calma.Para já a questão a saber é se acabam o mandato.Depois…uma coisa de cada vez…Claro que , esta resposta, é pelos leitores e munícipes….Leia então a passagem da acta…

          “na questão da democracia. Se este Executivo não é democrático se, de facto,as coisa não funcionam bem. Este Executivo esteve dois anos em minoria nesta casa e continua a estar. O partido que dá suporte a esta Câmara é largamente minoritário nesta sala.
          Esteve dois anos minoritário no Executivo. Se ele é assim tão antidemocrático porque é que não o puseram na rua? Eu acho que tem que haver alguma honestidade intelectual se quisermos ser respeitados. Temos que falar de situações concretas.

          Depois vamos à questão da Câmara que é Comunista e que é Socialista. Presumo eu que se quer dizer que o Presidente da Assembleia Municipal é Comunista e que o Presidente da Câmara é Socialista. Toda a gente sabe que eu estive aqui como membro do Partido Comunista, que muito me honrava. Vinte e oito dos Deputados que aqui estão já estavam cá nesse tempo e quando me puseram naquela cadeira maior sabiam muito bem o que é que eu pensava. Nunca disse aqui dentro que mudei de ideias. Nem agora com sessenta e três anos isso me ficava muito bem. Toda a gente sabe que eu hoje não sou militante do Partido Comunista por causa de um facto que aconteceu aqui nesta sala em que eu fui desautorizado e a partir daí deixei de ser militante do partido Comunista mas, não abandonei os meus ideais.
          Portanto, estejam descansados e digam lá aos eleitores porque eu tenho intenção de, quando for às Freguesias na campanha eleitoral, de dizer: Eu não quero que os Senhores vão enganados.
          Tenho um contrato, passo o termo, com a força que hoje aqui represento. Tive a felicidade de ser eleito com pelo menos três forças políticas e toda a gente sabia. Agora, se alguém está á espera que eu negue. Nem no bico da espada, nem na boca da pistola! Clarinho como água. Se pensam que isso me chateia a mim alguma coisa e se também pensam que isso colhe. Nem nesta Assembleia colheu. Mas cada um faz a política que quer.
          Que fique clarinho como água porque o Sr. António Lopes é uma pessoa transparente e o Presidente desta Assembleia tenta ser uma pessoa coerente e tenta que se credibilize a política.
          Na campanha vão lá dizer o que entenderem mas façam o favor de assumir um compromisso com as pessoas e depois tentem-no cumprir. Se apresentarem propostas melhores, seja qual for a força, pois muito bem, porque é para isso que há a democracia e é para isso que há eleições. A força e a vivacidade da democracia é, de fato, a possibilidade de haver alternativas.
          E vai havendo nas Câmaras, e vai havendo nos Governos.
          Eu não defendo que, quando estamos no poder por mais asneiras que se façam é sempre bom e quando estamos na oposição é sempre mau.”

  • JPCRUZ

    Ainda diz o Ps que é o pai da democracia. É O PAI O TANAS COM ESTES e muitos actos anti-democraticos? estou curioso para ver logo o discurso do PS local sobre o 25 de abril.
    É bom que não se esqueçam dizer que se vive uma ditadura dentro da Assembleia municipal, que as pessoas que exprimem os seus idiais são prejudicas entre outras coisas mais.
    cumprimentos comunistas

    • António

      O senhor pessimamente, para além disso faz críticas completamente sem nexo, descabidas e fora do contexto.
      O senhor é filiado em que partido ? Ou é filiado em vários? Ou é independente.
      Não leia papéis escritos por outros, você é que faz figuras ridículas e os outros riem-se.