CDS/PP de Oliveira do Hospital propõe 14 medidas para 100 dias de governação

No seu novo canal de comunicação de internet com os militantes – clique aqui para aceder ao blogue e às propostas formuladas pelo partido –, o CDS/PP deixa assim “14 medidas com que se compromete para o futuro”, desafiando mesmo o actual executivo camarário a pô-las em prática “nos seus últimos 100 dias de governação”.

As propostas apresentadas pelos populares são de vária ordem, e centram-se, sobretudo, na esfera social. Exemplos disso são a ideia da criação de um “Bilhete de Família”, destinado a conceder descontos aos utentes ao nível da utilização e do acesso a equipamentos colectivos, ou ainda a chamada “capitação das tarifas da água de uso doméstico”.

Nesta área, o CDS/PP, actualmente liderado por Maria José Falcão de Brito e Luís Lagos, propõe que se “tenham em consideração o número de elementos do agregado familiar e que sejam escalonadas em função da capitação dos consumos por lar, corrigindo assim o efeito indirecto de penalização e discriminação contra a família nos escalões de consumo doméstico”.

No sector da educação, a concelhia do partido liderado por Paulo Portas defende a “promoção de parcerias de pais, professores e entidades locais para actividades concertadas”, com a finalidade de abrir as escolas às populações.

Os cidadãos portadores de deficiência também não são esquecidos, já que o partido sustenta que é necessário “promover condições de acessibilidade para os cidadãos deficientes, tanto de um ponto de vista arquitectónico e de transportes públicos como perante as novas tecnologias de informação e de comunicação”.

Com a última das 14 medidas, o CDS avança com a criação de “conselhos consultivos municipais” nas áreas da cultura, educação, urbanismo, actividades económicas e combate à pobreza. A finalidade desta proposta é, conforme refere o blogue do partido, “incentivar a intervenção e participação da sociedade nas políticas definidas pelos órgãos autárquicos”.

LEIA TAMBÉM

Nova liderança da JSD de Oliveira do Hospital quer colocar problemas dos jovens na agenda política local

Virgílio Salvador, de 26 anos, foi eleito no domingo presidente da Juventude Social Democrata de …

«Castração» política em Oliveira do Hospital. Autor: João Cruz

Passados 44 anos após o 25 de Abril de 1974, vive-se hoje em Oliveira do …