CDU apresenta queixa na CNE contra executivo e autarcas do PS oliveirenses por aproveitamento “eleitoralista, ilegítimos e antidemocráticos”

Depois do PSD, a CDU de Oliveira do Hospital enviou também uma queixa à Comissão Nacional de Eleições sobre aquilo que consideram ser um aproveitamentos eleitoralista, ilegítimos e antidemocráticos, por parte do PS e dos seus principais autarcas – os quais coincidem com os seus principais candidatos às próximas Eleições Autárquicas. A CDU acusa as autarquias e seus principais autarcas eleitos pelo PS, que, sublinham, também são os seus principais candidatos à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital (CMOH) e à Assembleia de Freguesia (e Junta) da União de Freguesias de Ervedal e Vila Franca da Beira (UFEVFB), de terem transformado a inauguração institucional do Brasão da Freguesia de Ervedal da Beira num comício partidário, propagandístico e eleitoralista, do PS e seus principais candidatos.

“Isto constitui uma grosseira e inadmissível violação da Lei e da Democracia”, sublinha a CDU, para quem na véspera do acontecimento foi ainda colocado um grande “outdor”, com os cabeças de lista do PS à Câmara Municipal e à Assembleia Municipal e com os quatro primeiros candidatos do PS à Assembleia de Freguesia da UFEVFB, e com alguns “slogans” propagandísticos. “A referida estrutura colocada de frente para o Brasão … de forma que esse ‘outdor’ passou a fazer parte integrante do concentrado conjunto visual, e físico, que enquadrou o acto da referida inauguração. Esse ‘outdor’ propagandístico não foi colocado por acaso, de véspera, onde está e onde ocupou um espaço visual dominante e de grande proximidade para quem foi à inauguração, o que constitui um evidente aproveitamento partidário, por parte do PS, da cerimónia inaugurativa em que, afinal, se teve os principais candidatos do PS – fisicamente e no uso da palavra junto ao Brasão e em grande fotografia do outro lado da Estrada – a pretexto de também serem (ao mesmo tempo) os principais autarcas quer na Câmara quer na Junta e na Assembleia de Freguesia da UFEVFB, afinal as promotoras “oficias” da iniciativa…”, acusa aquela força política

“O outdor  em causa estará, agora, para ser deslocado um pouco do local em que se encontrava ainda hoje de manhã.   Diz-se que, afinal, os responsáveis locais pelo PS terão reconhecido a gravidade do acto por eles mesmos cometido a pretexto da dita inauguração do Brasão, e que aquela colocação específica terá acontecido por engano de quem a executou…”, explica por seu lado o actual cabeça-de-lista da CDU à Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital, João Dinis. “Porém, se assim fosse de facto, os autarcas e também candidatos pelo PS deveriam ter tomado todas as providências logo quando foi detectado um tal engano ou seja, deveriam ter mandado retirar o outdor ou deveriam, eles próprios, terem-no retirado, por exemplo, ainda durante a manhã de sábado. E não o fizeram logo, certamente porque não o quiseram fazê-lo”, continua este candidato, que acusa os socialistas e autarcas de terem colocado o outdoor “com toda a intenção e só a reacção desfavorável de muita gente está a levar os responsáveis do PS a tentar disfarçar o indisfarçável: a violação da ética, da lei e da Democracia, por eles ali perpetrados”, continua.

João Dinis refere mesmo que chegou “até a ser caricata a situação gerada, lá no local, durante a inauguração do Brasão com os principais candidatos locais do PS a usarem da palavra, a tecerem mútuos encómios, e ‘travestidos’ em autarcas e promotores directos daquela iniciativa! Ou seja, quando, no uso da palavra, se viravam, lá, para o seu lado esquerdo, eles ficavam a falar virados para as suas próprias fotos – tamanho gigante… ali, a poucos metros de distância”, remata.

 

LEIA TAMBÉM

José Carlos Alexandrino acusa Governo de discriminação na ajuda pós-incêndios

O presidente da câmara de Oliveira do Hospital acusou o Governo de estar a discriminar …

Presidente da CM de Oliveira do Hospital indignado por FPF esquecer Coimbra e quer jogo de solidariedade da selecção naquela cidade

O presidente da Câmara de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, criticou a Federação Portuguesa …

  • António Lopes

    “Porrada neles”..! E nem quero saber porquê.Eles, sabem..!

    • Esmeralda Albuquerque

      Já lhes doeu a consciência e já foi colocado noutro local.Como estavam a caminho do Carregal,assim ficam virados para Oliveira,onde a maior parte deles habitam(Os do outdor ).

      • António Lopes

        Mudaram o outdoor? Então mudaram-no para o “Caminho Certo”…