Centros de inspeção automóvel falham na deteção de anomalias

A Deco – Associação de Defesa do Consumidor realizou entre julho e agosto um teste a 30 centros de inspecção automóvel espalhados de Norte a Sul de Portugal e nenhum deles detetou o conjunto das seis anomalias provocadas previamente nas viaturas.

No trabalho agora publicado, pode ler-se que as deficiências mais detetadas foram as no sistema de iluminação e nos pneus. A Deco introduziu também defeitos na escova do pára-brisas, no fecho do cinto de segurança, na intensidade da luz de nevoeiro traseira e no triângulo.

No veículo enviado para as inspeções foram colocados pneus de rasto e níveis de aderência diferentes na parte traseira. Uma deficiência que pode aumentar a distância de travagem e, caso o carro não tenha o sistema de travagem ABS, levar ao bloqueio de uma das rodas durante uma travagem de emergência. Das três dezenas de centros testados, 12 não detetaram esta anomalia.
No leque das avarias menos detetadas esteve também uma falha nas borrachas do pára-brisas, com apenas quatro centros a descobrir a falha.

Com estes resultados, a associação considera que “o sistema de inspeções periódicas não serve os fins a que se destina e carece de uma transformação profunda” e exige que “o Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) tome medidas para aumentar o rigor dos centros de inspeção”.

A Deco aponta ainda para a necessidade de “definir e aplicar sanções dissuasoras, que penalizem os centros que executem de modo deficiente as inspeções”, uma vez que acredita que, no atual sistema, “estas empresas nada ganham em prestar um serviço de qualidade”. A associação de defesa do consumidor admite que “um centro rigoroso no seu trabalho pode perder clientes”.

O último estudo do género foi realizado também pela Deco em 2006 e abrangeu o mesmo número de centros de inspeção. Ao todo, em Portugal, há 171 centros em atividade.

publico.pt

LEIA TAMBÉM

IMT vai recorrer de decisão que declarou ilegal fecho de centro de inspecção automóvel de Seia

O Instituto de Mobilidade e Transportes (IMT) anunciou que vai recorrer das decisões judiciais que …

Dez detidos em Seia por tráfico de droga

A GNR de Gouveia deteve, entre os dias 1 e 3 de Setembro, oito homens …