O Programa Nacional de Requalificação da Rede do 1.º Ciclo do Ensino Básico e da Educação Pré-escolar visa garantir a igualdade de oportunidade de acesso a espaços educativos de dimensão e recursos adequados ao sucesso educativo.

Centros escolares: O que se diz na blogosfera

Imagem vazia padrão

Importa assim, dar prioridade à reorganização da rede de escolas, identificando, num trabalho de proximidade com as autarquias a recuperação ou construção de estabelecimentos de ensino. Neste contexto, foram mobilizados significativos recursos financeiros, disponibilizados pelo QREN 2007-2013, de forma a possibilitar o cumprimento deste objectivo de política educativa.

Na região Centro foram APROVADAS 31 CANDIDATURAS PARA CENTROS ESCOLARES, que envolvem 16 municípios e representam um investimento total de 33,3 milhões de euros, com um investimento FEDER de 18,8 milhões de Euros, a saber:

Município de Abrantes

• Escola do 1º Ciclo do Ensino Básico nº 4 – Chainça • Escola EB1/JI de Rossio ao Sul do Tejo

Município de Ansião • Construção da Escola do 1º CEB de Ansião

Município de Arganil • Centro Educativo de São Martinho da Cortiça • Centro Educativo de Coja

Município de Sardoal • Conservação e Reparação do Jardim de Infância de Sardoal – Construção de Cantina

Município de Sátão • Construção da Escola EB1 de Sátão

Município de Arruda dos Vinhos • EB1/JI de Arranho- Aquisição de Equipamento

Município de Cantanhede • Centro Educativo de Ançã

Município da Nazaré • Centro Escolar da Nazaré

Município de Vila Nova de Poiares • Remodelação e ampliação da escola do 1º ciclo do ensino básico de Poiares (Santo André)

Município de Vila Velha de Ródão • Escola EB 1 de Vila Velha de Ródão

Município de Caldas da Rainha • Centro Escolar de Santo Onofre • Centro Escolar de Salir de Matos • Centro Escolar de Alvorninha • Centro Escolar de Nossa Senhora do Pópulo • Centro Escolar Integrado na EBI 123 de Santa Catarina

Município de Torres Vedras • Boavista-Olheiros – Concepção/Construção Ampliação EB1 • Barro- Concepção/Construção de Ampliação EB1 e Jardim de Infância • Santa Cruz- Concepção/Construção Ampliação da EB1 Jardim de Infância • Outeiro da Cabeça- Ampliação da Escola

Município de Oliveira do Bairro • Construção da Escola do 1º Ciclo do Ensino Básico e Educação Pré – Escolar de Oliveira do Bairro

Município de Leiria • Touria – Pousos- Reconstrução/Ampliação/Requalificação da Escola do 1º Ciclo do Ensino Básico • Arrabal -Ampliação/Remodelação da Escola do 1.º Ciclo do Ensino Básico • Gândara dos Olivais – Ampliação/Remodelação da Escola do 1º Ciclo de Ensino Básico

Município da Mealhada • Remodelação e Ampliação Escola do 1º CEB de Antes • Centro Educativo de Pampilhosa

Município de Viseu • Vildemoinhos- Ampliação e Beneficiação da Escola do 1º Ciclo de • S. Salvador- Ampliação e Beneficiação da Escola do 1º Ciclo e Jardim de • Infância de Oliveira de Baixo- Ampliação e Beneficiação da Escola do 1º CEB de

Município de Torres Vedras • Conquinha- Concepção/Construção Ampliação da EB1 e Jardim de Infância

 

Em Oliveira do Hospital, o executivo camarário, presidido por Mário Alves, aprovou o projecto de remodelação da escola do 1.º ciclo da cidade. Obras orçadas em 540 mil euros, têm um prazo de execução de nove meses e não implicam a suspensão das actividades lectivas ou a transferência dos alunos para outros estabelecimentos de ensino. A ampliação do actual edifício escolar, mais a construção de três novas salas de aula com espaço para as artes plásticas, uma sala polivalente para serviço de refeições, biblioteca, sala de professores e a continuação da vedação do recinto escolar até ao parque infantil é o projecto protagonizado pelo executivo.

Diz o presidente da Câmara pensar estarem assim solucionados os problemas de sobrelotação na escola do 1.º ciclo, até porque, no próximo ano lectivo irá haver menos uma turma.

A ampliação da escola da cidade foi proposta na Carta Educativa , o documento que planeou a rede escolar do concelho para os próximos anos.

Pergunta-se: Será que estes 16 municípios da região centro estarão todos errados? Será que é o executivo de Oliveira do Hospital que estará certo no tipo de investimentos escolares que efectua? Ou será que, uma vez mais, andamos em contra ciclo e desperdiçamos oportunidades cada vez mais raras de efectuar um desenvolvimento sustentado?

Fonte: http://observandoohp.blogspot.com/

 

LEIA TAMBÉM

Jovens cientistas da EPTOLIVA de Tábua desenvolvem Compósito Antisséptico e conquistam segundo lugar na XI Mostra Nacional de Ciência

Jovens estudantes da Eptoliva, na Tábua, no distrito de Coimbra, desenvolveram uma solução desinfectante a …

A escola ou a escolinha (?). Autor: António Ferro.

Durante várias décadas, fui assistindo às mudanças (algumas drásticas e escusadas) no sistema de ensino …