Cinco mortos e 18 feridos graves nas estradas portuguesas no período de “Todos os Santos”

A Guarda Nacional Republicana, entre os dias 31 de Outubro e 4 de Novembro, registou cinco mortos, 18 feridos graves e 340 feridos ligeiros nas estradas portuguesas. Na operação que realizou na época de “Todos os Santos”, A GNR intensificou o patrulhamento rodoviário com vista a regularizar o trânsito e a garantir o apoio e segurança de todos os utentes das vias e dando conta de um total de 1 157 acidentes.

“Durante este período, que tradicionalmente provoca grandes movimentações de tráfego rodoviário, foram empenhados militares da Unidade Nacional de Trânsito e dos comandos territoriais, os quais realizaram acções preventivas com o intuito de reduzir a sinistralidade rodoviária, dando especial atenção aos comportamentos dos condutores que coloquem em causa a sua segurança e a de terceiros”, explica a GNR.

Durante a operação, em que foram fiscalizados 15 066 condutores e foram detidos 147 condutores, destacando-se: 97 por condução com taxa de álcool no sangue (TAS) igual ou superior a 1,20 gramas/litros e 35 por falta de habilitação legal. Aquela força de segurança detectou 4 503 contra-ordenações, destacando-se: 1 755 por excesso de velocidade; 261 por falta de inspecção periódica obrigatória; 244 por condução com uma TAS superior ao permitido por lei; 177 relacionadas com anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização; 148 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução; 138 por falta ou incorrecta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças.

LEIA TAMBÉM

Mais de duas toneladas de queijo denominado Serra da Estrela apreendidos em Seia

Mais de duas toneladas de queijo indevidamente classificado com denominação de origem protegida (DOP) Serra …

Homem de 47 anos detido depois de violar mulher em Coimbra que conheceu via Facebook

Um homem de 47 anos, empregado na construção civil, foi detido pela Polícia Judiciária depois …