CM de Oliveira do Hospital vai aplicar contra-ordenações às funerárias que coloquem anúncios de falecimentos fora dos locais indicados

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital quer acabar com a colocação os anúncios de falecimentos e respectivos funerais fora de locais que não sejam apropriados. A autarquia promete mesmo começar a aplicar contra-ordenações às funerárias que não cumpram um regulamento que está em preparação. Esta é a resposta do executivo oliveirense a um tema tem sido queixa recorrente por parte de vários presidentes de Juntas de Freguesias e eleitos municipais que não se conformam com a colocação dos panfletos em postes e nos mais variados locais da cidade e das aldeias do concelho.

O autarca reconhece que esse é um problema e garante que está a trabalhar para acabar com essa situação. “Convidei as agências funerárias para uma reunião para acertarmos as coisas e só apareceu uma”, referiu José Carlos Alexandrino que agora vai mesmo avançar com um regulamento apesar do alheamento daquelas empresas.

“Estamos a elaborar um documento que será enviado às agências funerárias para elas cumprirem. Vamos criar um local dentro das freguesias onde se possam colocar essas coisas, porque nos postes não dignificam nenhuma aldeia”, frisa e deixa um aviso. “Depois dessa fase, se não cumprirem, vamos começar a aplicar contra-ordenações.

LEIA TAMBÉM

“Não reúno condições objectivas que reputo de indispensáveis, necessárias e até obrigatórias, a uma candidatura à Câmara Municipal”

O ex-presidente da Assembleia Municipal de Oliveira, António Lopes, não se irá candidatar nas eleições …

A partir de hoje a origem do leite é obrigatória nos rótulos

A origem do leite, queijo, requeijão, iogurte, manteiga ou nata vai ser obrigatória nos rótulos …