CM de Seia distinguida pelas políticas de apoio às famílias, Município de Oliveira do Hospital não está entre os 39 premiados

A Câmara de Seia foi distinguida pelo quarto ano consecutivo como ”autarquia familiarmente responsável” pelo Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis (OAFR) e irá receber a “Bandeira Verde com Palma” no próximo dia 19 de Novembro na Associação Nacional de Municípios, em Coimbra. Esta distinção, segundo a organização que atribui este galardão, tem como principal objectivo dar visibilidade às autarquias com boas práticas e incentivar as restantes a fazerem mais e melhor no âmbito das políticas de apoio à família. O Município de Oliveira do Hospital não consta da lista de 39 autarquias distinguidas, da qual fazem parte, entre outras, Coimbra, Gouveia, Guarda ou Pinhel.

A Câmara de Seia foi uma das 102 autarquias a responder ao inquérito realizado pelo OAFR a nível nacional, onde foram analisadas as políticas de família dos municípios em dez áreas de actuação: apoio à maternidade e paternidade; apoio às famílias com necessidades especiais; serviços básicos; educação e formação; habitação e urbanismo; transportes; saúde; cultura, desporto, lazer e tempo livre; cooperação, relações institucionais e participação social;  outras iniciativas. Foram ainda tidas em conta as boas práticas das autarquias para com os seus funcionários autárquicos em matéria de conciliação entre trabalho e a família.

Uma das medidas tomadas pelo município de Seia que lhe deu abriu as portas ao prémio foi a tarifa familiar de água, uma iniciativa que tem em consideração o número de pessoas por agregado familiar evitando, assim, penalizar as famílias mais alargadas.

Esta é uma iniciativa que tem conhecido uma forte adesão desde que foi criada em 2009Desde a primeira edição do OAFR, em 2009, tem-se verificado um alargamento sucessivo na adesão das autarquias ao projecto. A primeira edição registou 38 inquéritos finalizados e, nesta sexta edição, foram 102 as edilidades que completaram os seus inquéritos. Destas, 39 foram distinguidas por medidas concretas de apoio às famílias, algumas das quais com distinção de “Palma”.

“Estamos muito satisfeitos com a adesão das Autarquias a este projecto, que já vai na sexta edição. Temos consciência que muito há a fazer, mas as Câmaras têm revelado uma enorme sensibilidade para as áreas do apoio à família com acções muito interessantes, algumas das quais pioneiras”, refere Isabel Paula Santos, Membro do Observatório, acrescentando que a iniciativa favorece o diagnóstico interno e promove a cooperação entre as autarquias, “ajudando efectivamente à criação de uma cultura favorável à família e à conciliação Família/Trabalho.

O troféu será entregue numa cerimónia que conta com a presença do secretário de Estado da Administração Local, António Leitão Amaro, o secretário-geral da Associação Nacional dos Municípios Portugueses, Rui Solheiro, o Presidente da Associação Portuguesa das Famílias Numerosas, Luis Cabral e a representante da OAFR, Margarida Neto.

Foto: beira.pt

LEIA TAMBÉM

Uma insólita invasão de javalis na cidade de Viseu

Uma ‘praga’ de javalis tem invadido todas as noites a cidade de Viseu, revela o …

Identificados quatro suspeitos de incêndio após queimadas em Viseu

A GNR anunciou hoje que identificou quatro pessoas em Lordosa, no concelho de Viseu, na …

  • Sr. Viegas

    A CM de Seia é distinguida pelas políticas de apoio às famílias, a CM de Oliveira do Hospital ainda aguarda pela introdução de novas distinções: município com mais galas, município com mais festas, município com mais job for the boys…Caso venham a ser introduzidas nas distinções, o primeiro lugar é garantido!

  • Guerra Junqueiro

    A Câmara de Seia pode não fazer “tudo pelas pessoas”, mas parece que ainda faz alguma coisa. Já aqueles que tal slogan usaram, limitaram-se a criar e aumentar taxas e impostos.

    Cumprimentos
    Guerra Junqueiro

  • Santo Santos

    Como é possível um município vizinho poder fazer mais pela pessoas do que Oliveira do Hospital?
    Ate é possível pois não cobram taxas absurdas as crianças que serão o futuro da terra, não cobram a taxa máxima de I.R.S .
    Não infringem a lei , e dão o melhor as crianças. Pois tal não acontece em Oliveira, pois as crianças sao obrigadas a imporem serviços por causa de ma vontade, ma organização e por interesses .

  • Oliveirense

    Parabéns a todos os Municípios que investem forte nas suas políticas sociais, à semelhança do que se faz em Oliveira do Hospital.

    Município de Oliveira do Hospital

    Informação Financeira

    | Oliveira do Hospital entre as 55 Câmaras Municipais do país com contas equilibradas nos últimos três anos |

    Oliveira do Hospital está entre as 55 câmaras do país que “ganham margem de manobra para gerirem os seus recursos, porque conseguiram equilibrar as suas contas ao longo dos últimos três anos e as suas despesas com pessoal e aquisição de serviços são inferiores a 35% da receita média arrecadada durante esse período”. (JornalPúblico)

    Os dados, que estão hoje a ser divulgados pela imprensa, são da Direcção-Geral da Administração Local e referem-se a 2013.

    Consulte o mapa da DGAL em file:///C:/Users/user/Downloads/mapa-das-autarquias-que-podem-gastar-mais-20141030-235500%20(1).

    | Oliveira do Hospital é um dos municípios mais transparentes de toda a região e o 4º do distrito de Coimbra |

    Oliveira do Hospital é o quarto município mais transparente do distrito de Coimbra e a nível nacional surge este ano num honroso 47º lugar no ranking dos municípios mais transparentes do país.

    No contexto da região, e numa avaliação efetuada aos distritos de Coimbra, Guarda e Viseu, Oliveira do Hospital aparece também num dos lugares de topo da tabela.

    Apresentado publicamente na sexta-feira, 8 de novembro, a 2ª edição do Índice de Transparência Municipal (ITM) 2014 avaliou o grau de transparência dos 308 concelhos do país, através de uma análise da informação disponibilizada aos munícipes nas suas páginas de internet.

    O ITM, que anualmente avalia as autarquias do país que mais e melhores contas prestam aos seus munícipes, é composto por 76 indicadores agrupados em sete dimensões: 1) Informação sobre a Organização, Composição Social e Funcionamento do Município; 2) Planos e Relatórios; 3) Impostos, Taxas, Tarifas, Preços e Regulamentos; 4) Relação com a Sociedade; 5) Contratação Pública; 6) Transparência Económico-Financeira; 7) Transparência na área do Urbanismo.

    Oliveira do Hospital | Um Município cada vez mais transparente.

    Consulte toda a informação em http://poderlocal.transparencia.pt/

    Aceda ao Ranking Nacional dos 308 Municípios emhttp://tinyurl.com/pbmexzx

    • Politicalex

      Por causa desta transparência nem é preciso recorrer aos organismos de fiscalização para se saber o que se passa..? Logo vês o que acontece a tanta transparência..!

    • Combate

      e fosses tu a pagar já vias o que era politica social..! 67% na água, taxas nas escolas, IR no máximo, 50 mil euros para apoio a universitários,80 mil apoio à natalidade, 400 mil prá bola..isto é que vai aqui um apoio social..! Vergonha nas trombas..!

      • Verdadeiro

        Você deturpa os números conforme a conveniência, próprio de quem mente desesperadamente, coloque os números do investimento em políticas sociais efetuadas pela CMOH.

        • Adjunto de Ordens

          Podemos colocar ao cêntimo: TOMA LÁ:
          Ensino Superior:….. 52 888 50 euros
          Assistência a carenciados.Ano anterior 45 000 000
          2013……………………………………………… 0
          Fundo de Emergência Social 15 289 88
          Apoio à Reconstituição de Habitações 0
          Apoio às fregueias para habitação Social 0
          Campanhas solidariedade 0
          Promovida pela freguesias 120 00
          Incentivo à natalidade 34 051 00

          Desporto -Apoio aos clubes … 404 743 77-Dá-lhe Bola!A menos que, bola, também seja política social..!

          Se dizes que é mentira chapo-te cá com os mapas das contas aprovadas de 2013. A menos que sejam falsas Vê lá no que te metes..! A mentira tem perna curta.
          Já vos aconselhei a ficar caladinhos.sempre os estragos são menores… Conversa não dá.O “meu negócio” são os números..!

          • Números por conveniência

            Só mostras estes números, falta aí muita informação.

            O quanto sabes do assunto!

            É muita isenção nessa cabeça!!!

            Ação Social Escolar, Fundo Social de Emergência, Transportes Escolares, Refeições 1.º Ciclo, Obras em habitações Sociais, Banco de Recursos Sociais, Ativos Sociais (…)

          • Adjunto de Ordens

            Pois… nós sabemos que sim. Esses,gastos qualquer Câmara,seja qual for e de quem for, tem que os fazer. Esses, o governo transfere para a Câmara o custo dos serviços ou, pelo menos, o que está convencionado.E no contrato(a Câmara não é obrigado a assina-lo) está lá que não podem levar a taxa que cobraram em Nogueira 6,5 e 5 euros em Oliveira. Volto a dizer. Fica caladinho.Falei nos números que a Câmara pode e DEVE, alterar. Volto a dizer.CALADINHOS. Quanto mais falais mais vos enterrais…Tirando andar com a bandeira às costas colocar as larachas e umas fotos aqui e no facebook, sabeis fazer mais alguma coisa? É com 34 mil euros que querem combater a baixa da natalidade? É com 48 mil euros de bolsas que querem fomentar o ensino superior? A ESTGOH não a fizeram porque não havia apoios. Para os campos de futebol, que gastaram o mesmo que a escola custava, ouve apoios? Ganhem vergonha..! Pensam que estão a lidar com quem..?

          • Narciso

            Estou cheio de medo…..
            Com tanta ameaça vou pensar em ficar CALADINHO.
            Afinal concordas que falta muita informação.
            Em relação aos relvados e ao custo da ESTGOH, gostaria que apresentasses números que comprovem que o valor que a Câmara gastou nos relvados seja próximo das instalações da escola.
            “Pensam que estão a lidar com quem”, com um presunçoso, obviamente.

          • Adjunto de Ordens

            Se falta coloca-a tu. Os serviços que falas são responsabilidade do Estado. Não são da Câmara.A Câmara recebe para os fazer…Não digas asneiras.

        • Guerra Junqueiro

          Ó Verdadeiro;

          Perdeste uma oportunidade tão grande de estares quietinho. E agora? O que afirmas? Um pedido de desculpas, não ficava mal.

          Cumprimentos
          Guerra Junqueiro

  • Consumidor H2O

    “Uma das medidas tomadas pelo município de Seia que lhe deu abriu as portas ao prémio foi a tarifa familiar de água”.

    Sr. jornalista já investigou por acaso se existe medida semelhante em Oliveira do Hospital?
    Parece que não estudou a lição!

    • Adjunto de Ordens

      O jornalista sabe que existe.Vai lá ver a notícia, outra vez.,E FEZ-TE AS CONTAS. E não chamou a “equipa multidisciplinar” (como gostam de palavrões), para o ajudar a justificar os valores do autêntico roubo que fizeram a todos os Oliveirenses.. como outros fizeram!!! 67%!!! de aumento é obra!!! Nem a tarifa familiar atenua tal escândalo.

  • Politicalex

    O “Verdadeiro” aldrabão e outros mentirosos acham que fazendo umas festas do nada, colocando comentários, aqui e no facebook para justificarem o que levam dos nossos impostos, e repetindo, acham que são os maiores e dizem grandes verdades.O problema é a realidade.. Um concelho cada vez mais em regressão, atropelos diários às regras elementares de convivência cívica e democrática, clientelismo exacerbado,mentira compulsiva.Denunciados, vai de ofender.Contradiz os números ó “Verdadeiro”.

  • Frustado

    “atropelos diários às regras elementares de convivência cívica e democrática”.
    Pois bem é o que se passa neste blog.
    Números nada vi de concreto da vossa parte, apenas ofensas, como se fossem donos da verdade.

  • Profeta

    Adjunto de Ordens, já passaram 10 meses; 1 semana; 5 dias desde que ficaste vermelhão, saíste a correr e profetizaste “6 meses de vida” ao Executivo.
    Então o que se passa?

    • Adjunto de Ordens

      Já te disseram para falares baixinho. Se calhar está para mais breve do que pensas…Pergunta lá se estão com pressa porque não apresentam os documentos a que estão obrigados.

      • Realeza

        andas a falhar nas contas. 6 meses????
        O conceito breve é muito subjetivo.
        uma vénia para o supra-sumo ilustríssimo realíssimo Ex-Rainha D.Amélia

        • Guerra Junqueiro

          Sabes como são os atrasos republicanos, vamos ver quem tem a Real Razão.

          Cumprimentos
          Guerra Junqueiro

    • Guerra Junqueiro

      O Profeta anda a contar os dias, é natural, quando se tem a morte certa faz-se a mesma coisa.

      Cumprimentos
      Guerra Junqueiro

  • Guerra Junqueiro

    Estou maravilhado com o que aqui apresentam os defensores da edilidade!!! Números, contas, rácios, estatísticas, enfim provas do bom funcionamento financeiro, social e politico, nem uma.
    Coloquem uma, pelo menos para amostra, ou então, vão divertir-se com o nosso dinheiro para outra festa qualquer.

    Cumprimentos
    Guerra Junqueiro

    • Adjunto de Ordens

      Isso é para apresentar na gala da bola..!

  • contas

    Guerra tens andado desatento:

    Portal da transparência (podes até comparar com outros municípios:
    http://www.portalmunicipal.pt/pentaho/api/repos/:public:PTM:dashboards:municipio:municipio.xcdf/generatedContent?locale=pt#&param_municipio=611

    Jornal Público (Câmara que podem contratar trabalhadores devido a eficiência – massa salarial):
    http://www.publico.pt/ficheiros/detalhe/mapa-das-autarquias-que-podem-gastar-mais-20141030-235500

    Índice de Transparência Municipal (47.º lugar a nível nacional, em 308 municípios)
    http://expresso.sapo.pt/users/3590/359063/a_a5032a3266d99c3f8c53ddfcf2a2672f.pdf

    São entidades externas e que colocam Oliveira do Hospital muito bem classificada, ao contrário dos comentários habituais.

    • Adjunto de Ordens

      Não queres promover um debate público para “evidenciar” esse bom desempenho..? Sais de lá pior que o chapéu de um pobre..! Os papeis aceitam tudo o que lá põem. O Espirito Santo segundo o Governador do Banco de Portugal, o Presidente da Republica e o Governo era um banco sólido e recomendável. Passados 15 dias… estava falido!!! E se com essa transparência toda, um dia destes, dás com as pessoas a prestar contas da falta dela..? Quantas vezes já vos recomendámos para estarem caladinhos..? Não nos ouvem..? O último a rir , ri melhor..!

    • Guerra Junqueiro

      AS contas da própria entidade, é que teimam em não aparecer. Será por falta de gente? Peçam ao Rocha para vir cá 15 dias resolver esse problema, tem é que ser bem pago, como foi no passado.
      Deviam ter vergonha com tanta gente, tantos quadros, tantos grupos e valem ZERO.

      Cumprimentos
      Guerra Junqueiro

  • Adjunto de Ordens

    Ó “Contas” tristes: Essa conversa toda serve-te de quê? Dá para poderes contratar 2 trabalhadores que, se vos deixarem, até já se sabe quem são. Já vos explicaram, n vezes que tudo se deve à boa herança que tiveram, Inclusivé, algumas obras que fizeram através dos fundos, como foi o Centro Escolar de Nogueira e o saneamento do Seixo e o resto de Lourosa, só foi possível porque foi deixada capacidade de endividamento. Andaram a colher louros do trabalho dos outros. Há dois anos para cá fizeram o quê? Criaram compromissos para ganhar as eleições que, agora, não cumprem. O que têm feito é cortar os subsídios às associações, aumentar a água, a derrama do IRS para o máximo,as taxas nas escolas. Há quantos anos prometeram a recuperação da sede do Vasco da Gama, no Seixo? Quando é que olham para a ponte de Travanca – Lagares, que andam as crianças à volta há um ano? O lar de Alvôco, quando é que vai o guito..? Alguma coisa que sobra é festas e bola. Ao menos ganhem vergonha e calem-se. Qual transparência? Andam desde Maio a dizer que metem o Lopes em tribunal devido às acusações. Já meteram? Porque é que não metem? Também metiam o enfermeiro de Avô, meteram? Só conversa fiada..! Mais depressa eles vos põem na rua. Têm jeito é para encaixar todos os que engoliram garfos e não se conseguem dobrar. Os que andam sempre direitinhos com a bandeirinha às costas, e disso fazem modo de vida..! “Os nossos”!!!

  • Bola

    Adjunto de Ordens,
    “recuperação da sede do Vasco da Gama”

    Queres dizer que se deve investir mais em bola???
    Estou confuso, penso que já disse o contrário noutros comentários!

    • Politicalex

      És parvo todos os dias..? A sede das colectividades também dá para jogar a bola? O problema não é a bola. São as prioridades. 4 vezes mais para a bola que para a política social é gestão?
      Não vês que estás muito verde e ainda mais comprometido para discussões sérias..? E porque é que se fez um relvado em Lagares e não se fez no Seixo que é uma Freguesia maior..? É porque o Batista diz que no armazém da zona industrial está o boeing desaparecido e porque quer saber de certos licenciamentos? Dêem-nos corda que a gente enrola-a..! E podem-nos levar ao tribunal por difamação. A gente agradece..! Pode ser que a transparência se vá..!