CM Oliveira do Hospital continua a ignorar mau estado de estrada há cerca de um ano

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital continua a ignorar o abatimento do asfalto na estrada municipal que liga a Nacional nº 17 (junto à Casa dos Frangos) a Santo António do Alva e Caldas de São Paulo. O CBS noticiou o caso há seis meses, numa altura em que os utilizadores já referiam que a situação se mantinha há muito tempo. Questionada sobre o facto de, pelo menos em meio ano não ter realizado qualquer intervenção, a autarquia optou por não prestar qualquer esclarecimento a este jornal.

A estrada mantém-se com uma das faixas de rodagem abatida e sinalizada. “Devem achar que não temos direito. Lá terão as suas prioridades, que não são as da população que utiliza esta estrada. Se houver um acidente espero que assumam as responsabilidades”, refere um dos utilizadores daquela via. “Isto é uma vergonha”, resume.

O presidente da União das Freguesias de Penalva de Alva e São Sebastião da Feira referiu, em Outubro, que a responsabilidade daquela via é do Município. “O problema é da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital”, referiu Rui Coelho.

LEIA TAMBÉM

Atropelamento mortal em Candosa, concelho de Tábua

Mulher morreu hoje em Oliveira do Hospital vítima de atropelamento na EN17 junto ao Lidl

Uma mulher, com 60 anos, morreu ao final da manhã de hoje na sequência de …

João Paulo Albuquerque acusa PS por não concluir IC6, pelo menos, até 2030

João Paulo Albuquerque considera que o IC6 não é uma prioridade, mas sim uma necessidade …

  • Lírica Terapia

    Lá bem no fundo da encosta, mesmo ao fundo, ainda se sente o cheiro a alcatrão fresco utilizado para alcatroar o caminho público do senhor deputado municipal. O que estranho, e estranho mesmo, é que as estradas de portugal não olhem para estes casos, afinal um é público o outro privado. Enfim, prioridades…

  • Politicalex

    Querem o quê? Acham que vão deixar “maior feira do queijo”, que tem um investimento de 50 mil(upa,upa),e muito retorno.. que vão deixar o maior requeijão e a maior abóbora, para se precuparem com estas ninharias de má língua, do Beira Serra..? Eles é que sabem o que é bom para o Concelho.Dizer-se que isto é uma vergonha é ofender a vergonha. A vergonha, alguma vez estava dois anos para fazer um muro de suporte..?

    • Assessor Multidisciplinar

      Até a Dona Inércia é mais móvel que os tipos da CMOH.

      • Land Rover

        Então Gouveia tem a maior concentração de Land Rover’s do mundo e o Alex não sabe.
        Ficam já a saber que se vai organizar em Oliveira uma concentração para destronar a de Gouveia. Era o que faltava, haver outros “maiores do mundo”. Tem que ser o Alex.

        • O mundo

          O Alex é já por si, a “maior fraude” do mundo.

  • Guerra Junqueiro

    Ainda têm coragem de responsabilizar o governo pelo mau estado da “Estrada da Beira”? O governo com os atrasos que lhe são conhecidos, já tomou atitudes e as obras vão seguir.
    Esta nossa autarquia não tem direito de apontar o que quer que seja a ninguém.
    Incompetentes, irresponsáveis e mentirosos é o que são.

    Cumprimentos
    Guerra Junqueiro

  • António Lopes

    Deixo esta “pérola”, que constitui o ponto 2.10, da acta da Câmara Municipal de 22 de Janeiro passado.Em minha opinião, algo de muito grave se passa com o Senhor Presidente da Câmara, que pelos vistos, perdeu a noção do razoável,quer ao nivel da postura, quer ao nível da legalidade.Algo de grave se passa com a Câmara que permite tanta falta de decoro e tanta irresponsabilidade.Como sabemos, este subsídio foi atribuído tendo por base um pedido da Sociedade Recreativa Ervedalense, assinado pela então vogal que, é também a secretária do Senhor Presidente da Câmara. Aquele documento foi assinado ao arrepio e com desconhecimento da restante direcção da SRE, a única que legitimamente podia assinar o respectivo pedido de subsídio.Não satisfeito,com as diversas ilegalidades cometidas,vem o Senhor Presidente afirmar, em reunião de Câmara, as (más) razões porque atribui o subsídio.A história é bem diferente e, pelo que vejo, acabará por ser contada.Vamos ver onde.Postas as coisas desta maneira, e seguindo estes critérios,está aberta a solução para os muitos problemas das associações.Também hoje, recebi uma carta da CADA -Comissão de Acesso aos Documentos Administrativos, que respondia a uma outra que enviei no passado dia 16 de Fevereiro,acompanhada de outra “pérola” enviada pela Câmara, onde se defende o indefensável..A coragem é só nas reuniões da Assembleia Municipal onde, actualmente, o Senhor presidente tem o tempo todo do Mundo, para tudo, menos para responder ao que lhe perguntam, enquanto aos adversários se corta a palavra a todo o tempo..Nessa minha queixa deixei de fora este caso da SRE para não prejudicar a vogal e secretária em questão,pois não me é difícil adivinhar o desconforto que terá sentido , para não desobedecer a quem lhe mandou cometer a ilegalidade.Perante esta acta, tudo tem um limíte.Na próxima semana, farei entrega de todos as minhas queixas à CADA e IGF, no ministério Público, tendo em vista por cobro a tanta ilegalidade e irresponsabilidade. Não o fiz, ainda, pela consciência que tenho que acabarão por ser envolvidos muito munícipes, o que de todo queria evitar.Só que, aquilo a que assisto, é mau de mais para permitir hesitações..

    “2.10 – ATRIBUIÇÃO DE SUBSÍDIOS:
    A) – ENTIDADES:
    A-1) – SOCIEDADE RECREATIVA ERVEDALENSE
    D.A.G.F.
    MU N I C Í P I O D E O L I V E I R A D O H O S P I T A L
    CÂMA R A MU N I C I P A L

    REUNIÃO ORDINÁRIA DE 22 DE JANEIRO DE 2015
    O Presidente da Câmara propôs à Câmara Municipal que, conforme solicitado pela entidade oficiante, atribua à Sociedade Recreativa Ervedalense, um subsídio no montante de 24.429,32 € (vinte e quatro mil, quatrocentos e vinte e nove euros e trinta e dois cêntimos), destinado a apoiar a realização de trabalhos a mais na obra de requalificação do “Teatro” daquela coletividade, mediante assinatura de protocolo nos termos do disposto no Regulamento Municipal para a Concessão de Subsídios, aprovado por deliberação da Câmara Municipal de 1 de março 2011. ——
    A Câmara Municipal nos termos do disposto na alínea u) do n.º 1 do art.º 33.º da Lei
    n.º 75/2013, de 12 de setembro, deliberou, por todos os membros presentes, aprovar a presente proposta. Ainda sobre este assunto, o Presidente da Câmara fez a seguinte declaração, que se transcreve na íntegra: “Infelizmente, proponho este subsídio para resolver um problema financeiro a esta coletividade, com a qual, a Câmara Municipal nada tem haver. ——————————————–
    A Câmara Municipal cumpriu os compromissos que tinha assumido: fez a candidatura ao
    PRODER, tendo arranjado por este meio 60% e subsidiou os restantes 40%, com uma deliberação de atribuição de um subsídio no valor de 88.589,91 € (oitenta e oito mil, quinhentos e oitenta e nove euros e noventa e um cêntimos).Devido a alterações e a trabalhos a mais, mandados executar por decisão exclusiva do Sr. Presidente da Direção, Eng.º João Paulo Pombo Albuquerque, sem ter qualquer verba ou sem fazer
    qualquer tentativa para angariar as verbas que faltavam, ficou à espera que os impostos dos munícipes de Oliveira do Hospital lhe resolvessem o problema da sua incompetência da gestão desta coletividade. Assim, eu, na qualidade de Presidente da Câmara, propus em reunião de 29 de maio de 2014, a atribuição de um subsídio de 25.000,00 e (vinte e cinco mil euros) e, na presente,um de 24.429,32 € (vinte e quatro mil, quatrocentos e vinte e nove euros e trinta e dois cêntimos).–
    Para que se perceba, este senhor criou um buraco financeiro, que teve que ser o erário
    público a “tapar”, devido à incompetência desse senhor na gestão deste processo. Só um esclarecimento e porque fui obrigado a propor este subsídio. O Teatro Ervedalense,
    com mais de cem anos, é uma casa única no concelho, e o município não podia deixar que a empresa que fez as obras lançasse uma penhora, com me foi dito pelo gerente da empresa construtora, Armindo Oliveira, sobre este património cultural do concelho. São estes dirigentes, com este currículo e com estes exemplos de gestão, que, também, tanto criticam e querem dar lições sobre a nossa gestão municipal, que apresentam estes resultados mas que fazem perigar o futuro de pequenas coletividades. Com este exemplo fica tudo dito sobre este indivíduo”.

    • João Paulo Albuquerque

      Tive agora conhecimento destas declarações do Sr Presidente da Câmara Municipal, Sr Prof. José Carlos Alexandrino. Fico realmente atónito com o que li, pois o Sr Presidente não passa de um mentiroso, como provarei no local próprio para estas situações.
      Como se compreende uma vogal assinar pela direcção, um documento sem que o Presidente e a restante direcção o soubessem? E melhor, segundo esta declaração, para pagar um buraco criado pelo Presidente.
      Palhaçadas, Sr Presidente José Carlos Alexandrino, são para o circo.

      João Paulo Pombo de Albuquerque

      • Sociosocio

        Palhaço e aldrabão,volto a referir.Para a a pildra e já.

        • SLB

          Será que sabe onde é a sede???

    • Sociosocio

      Grande aldrabão.é isto presidente da Câmara?Grande palhaço.Agora se compreende as trapalhadas que faz para enganar o povo e maltratar honestos. Fora seu crápula..Rua.

    • Sociosocio

      Uma acta destas só pode dar para o Presidente da Câmara ir de vela.Aldrabão,mentiroso e mafioso,pois arranja sempre uma trapaça para se livrar e culpar outros,isto é de uma mente doente e rancorosa.Julga que está a lidar com aqueles a quem manipula e só fazem o que o rei manda.

      • Politicalex

        Sim… esta acta…bem “esmiuçada”, diz bem o “Estado a que isto chegou”.O senhor não tem a noção do que é uma reunião, uma Câmara, uma instituição.Será que alguma vez pensou que ao ofender o presidente da SRE, está a ofender a instituição,os sócios que votaram e todas as regras de convivência em sociedade? É esta a postura que deve ter um presidente de Câmara? SE o JPA é assim tão mau, convidou-o para jantar, na Terça Feira, porquê e para quê..? Se há, ainda está em vigor, uma livrança assinada pelos directores, como é que vem dizer que fez o que fez para evitar a insolvência? Que se saiba, os directores têm património para pagar muitos 25 “miles”.Que se saiba, ao contrário de “alguns” muito moralistas, costumam honrar os compromissos…

  • Politicalex

    O carácter, por estas bandas, está mesmo de rastos. Depois do que acabo de ler, estou em condições de afirmar que na passada Terça Feira,um presidente de Assembleia de Freguesia e membro da AM, do PS, telefonou ao João Paulo Albuquerque, convidando-o para um jantar com o Senhor Presidente da Câmara, a que JPA, obviamente, se recusou…
    Comentários para quê???

  • Politicalex

    Relendo o comentário do Senhor AL, e a acta da Câmara, os leitores que me ajudem. Mas se a direcção, com poderes para o acto, não assinou o pedido para o subsídio o que levou o Senhor Presidente da Câmara a fazer as afirmações que fez?Tornou a ir meter-se na vida dos outros..? Quem é que da direcção, lhe “encomendou o sermão”..? Revendo os pedidos, neles se despachou ,com data de 14 de Janeiro, que é para ir a reunião de Câmara. Convenientemente, os ditos pedidos não têm data. Para uma dirigente da SRE(hoje presidente), e secretária do Sr.Presidente, o mínimo que se pode exigir é o conhecimento de que, esse, é um requisito essencial em qualquer documento, quanto mais num pedido de subsídio. Não obstante todos os “obstantes” o subsídio foi atribuído. Será porque alguém, com muitas responsabilidades políticas se tinha comprometido a meter um cheque pessoal de 25 mil,e depois se “esqueceu”..? A falta que o António Lopes faz….do deles..? “tá keto”.Será que ninguém vai preso..? Esperar para ver…

    • Vai dar que falar

      Por incrível que pareça, apareceu agora um, que até punha 65000€ de caução…
      A coisa não vai ser assim tão simples, alguém vai ter que se explicar…

      • Sociosocio

        Que dê, só lhe fica bem.Dar o que é dele está quieto.

  • Tudo vale

    E eis que andam as 2 almas penadas a dedilhar, na destilação do veneno sem o qual não podem passar, fazendo-se passar por vários, fartam-se de escrever, tecem comentários que nada têm a haver com a notícia, enfim, uma tristeza. Apenas querem picar e tudo serve de pretexto como arma de arremesso, seja relativo à notícia ou não, interessa é malhar forte e feio. Pois continuem, tristes, sós e abandonados…à e venenosos.

    • Politicalex

      Sim,é verdade… “estamos cansados,estamos algo desiludidos,temos gasto muito do nosso tempo e algum dinheiro”..! Não obstante, a incompetência, a irresponsabilidade, continuam a desgovernar este Concelho. Naturalmente, não podemos desistir. Naturalmente, temos que usar todas as “armas” ao alcance para conseguir o objectivo..!
      Por falar em armas, como é que anda a guerrilha, que ia fazer sangue, pela construção do IC6? “O general” desistiu ou, contrariamente a nós, rendeu-se. Espera um pouco que já vais ter notícia para se poder comentar no sítio certo. A Ex.direcção da SRE acho que vai contar a história de fio a pavio. Por acaso, e como de costume, é de fazer chorar as pedras da calçada…A “porra” das festas vão ser o fim do Alexandrino.Quis brilhar no foral e armou-se em dono da SRE e da Câmara. Espera pela volta…”os donos disto tudo” andam a ter problemas mas, aprece sempre mais um…O “DEUS SOL” com os números na AM, os que metem errados nos documentos e declarações destas, de pura ingerência na colectividade,só pode acabar mal…

      • Sociosocio

        Tal Daniela Mercury e outras fanfarronices.

        • Politicalex

          Pois essa da Mercury…!O homem sempre foi “derrancado” para as festas..Agora é mais fácil. Faz as “doideiras” e nós pagamos…Dessa vez, parece que sobrou para o Mário…e outras “curvas” … que um dia falaremos…

    • Je suis Inacio

      Manel, então duas almas?
      Tu és um, quem é o outro?
      Vais ter que ler mais, mas ficas a saber, que para além de ti, ainda há em média mais 2999 almas que diariamente lêem o jornal e também as tua palermices.

      • Politicalex

        Ele tem razão:Tudo vale. O presidente queria o Teatro aberto no dia do Foral.”A maior festa”. (Ele passa-se com as festas). Passou uma carta de conforto , em Junho, para a SRE pagar ao empreiteiro com cheques pré -datados que a Câmara pagaria. Gastou mais 24 mil euros para pôr a armadura e os panos de abertura e fecho do palco e outras modernices, a pedido do grupo de teatro. Chegou a Dezembro ou por falta de dinheiro ou por causa da lei dos compromissos,não pagou o cheque que se venceu no dia 26. E porque quem lhe pediu foi o grupo de teatro não foi a direcção, arranjou aquela forma de pedir o subsídio, que concedeu sem que a direcção lho pedisse.Porque não gosta do JPA, que não lhe apara os “golpes”, vem com este discurso que é de pura ingerência na colectividade. E , como se tudo isto não bastasse, diz que iam pedir a insolvência do Teatro!!! Só que,o gestor do projecto de financiamento, ainda lá tem uma livrança assinada pelos directores da SRE no valor de 65 000 00 euros.Não dava para pagar 24 mil..? Se há garantias, o Senhor Presidente da Câmara foi pagar com o nosso dinheiro porquê? E mesmo que não houvesse..! O que é que a Câmara tem a ver com a gestão das colectividades? Podes explicar a esta alma penada? É alma penada ou é alma informada..? Explica “prá gentche”..? Penso que, esta, vai dar muita dor de cabeça, algumas noites sem dormir e o mais que adiante se verá…Depois, o emprego é em Tábua.. Claro.Por aqui perde-se o tempo e gasta-se o dinheiro é com festas, forais, futebol…

        • De 25 a 65

          Parabéns. Quem fala assim não é gago.
          Já aparecem 65 mil? Se tivessem aparecido os 25 mil de caução, é que eram uns homenzinhos.

          • Sociosocio

            Uns homem ? E onde têm corpo para tal.São uns pequenotes de trazer por casa e com muito mau feitio.,lá o diz alguém que os conhece de ginjeira.Maus que até espumam quando falam.

          • Politicalex

            Há dúvidas? Se há, podemos desenvolver o tema..! Pode ser que até também haja um cheque de igual valor..! Se conto o filme todo perde piada no tribunal…Ainda na Terça o presidente queria jantar com ele… e acho que até estavam a discutir o tema, com “alguém” da ADIBER..! Mais umas películas..? A bobine está montada…

          • Politicalex

            Esses, o homem “perdeu” o livro de cheques…São uns cromos… se for para “coçar para dentro”… estão sempre lá…

      • Tudo vale

        Quanto te paga o teu dono para escreveres arroteias que cada vez mais te enterram e te afastam do jornalismo sério e profissional, quando acordares já será tarde de mais, já estarás teso e sozinho. Cuidado com o pó.

        • Je suis Manel

          Inácio, deixa-te de avarias? O pó tolda-te a mona, mas a cera que fazes incomoda.

          • Tudo vale

            És mesmo cromo, o teu dono pica-se logo, nervoso como anda, sabe-se lá pq, uma vez que é um gabarolas de todo o tamanho e começa logo com aquelas tretas gastas, a armar em esperto, se calhar o carteiro de que tanto fala anda à procura dele e não o consegue encontrar e lá vens tu, tipo caniche a abanar o rabito a defender o dono aos saltitos. Atenção ao pó e aos fumos fortes.

        • Politicalex

          Vai ser grave… se eu fosse tu, cuidava-me. em vez de dar “conselhos”..O dono, como sabes, nem paga os ordenados. Estranho é que há quem o sirva mesmo sem receber..! Deve ser esse “pó”..! O “pó” que por aqui se gasta, chama-se LIBERDADE, em nome e pela qual, tudose suporta… até a ti..!Logo, procura outra mais inteligente.. com esta, não te safas…

        • Politicalex

          Se fosses lá reparar a estrada escusavas de ler as “arroteias” Ele vai começar a escrever “caras” e “folhas de couve”…isso é que é jornalismo de primeira água…Está a morder..? Coça..!

        • Escrevinhador

          Neste concelho, só o Alex paga para que bem dele se escreva.
          Só escreve quem quer e sabe. Quem não quiser escrever, não escreve.

    • Rebuçados

      Mas quando eles o faziam a teu favor para por o Alex Pavão, palhaços e companhia já o Lopes era o maior. O Albuquerque Junqueiro é e sempre será aquilo que se vê.
      Mas bem visyas as coisas o Alex dá imensos motivos para ser malhado, uma vergonha o que se vive em OHP.

  • Habitante Rapadense

    A estrada está assim já la vão 2 anos.
    Mais curioso é que o Bizu e o Alex vão encher o bandulho a Santo António do Alva vêem aquela miséria e nada.
    Uns dizem que é para limitar o acesso ao belissimo empreendimento das Caldas e que se pudessem até arrancavam o alcatrão.

    Alex e companhia veja lá se é assim tão dificil arranjar aquele pedaço de estrada ou estão á espera que haja uma fatalidade.

  • Rebuçados

    Por curiosidade aquela sra. Patricia do PS que é deputada na Assembleia Municipal e que costuma pernoitar varios dias em Santo Antonio do Alva não viu ainda nestes ultimos 2 anos aquela vergonha ou vai por sempre por Penalva.
    Não tenho conhecimento de intervensão nesse sentido na Assembleia Municipal, bem como em outros assuntos ou seja mais uma a receber senhas.