Na qualidade de simpatizante de Hóquei Patins desloquei-me ao pavilhão de Barcelos para ver uma partida de Hóquei. Iam defrontar-se o H.C.Barcelos e o F.C. Oliveira do Hospital, em Iniciados/zona norte e ia jogar-se um jogo de apuramento para a “Final- Four”, por sinal decisivo para ambas as equipas e tipo “mata-mata”.

 

Com arbitros assim não há justiça

O jogo era às 15h00 e o árbitro da partida chegou por volta das 15h20, verificando-se que o mesmo não estava equipado a rigor e deu início ao jogo.

Por momentos fiquei sem saber se era um jogo amigável ou oficial, mas depressa constatei que era um jogo dos “play-off” e que estando-se já nos últimos jogos decidia-se ali quem ia disputar o 2º lugar na zona norte, juntando-se ao FC Porto já apurado. Agora, eu pergunto a V.Exas a legitimidade do árbitro em apitar um jogo oficial sem estar vestido para tal e que era natural de Barcelos, constando-se que o árbitro anteriormente nomeado pela federação estaria na bancada com os familiares a ver o jogo.

Eu pergunto que verdade trazem estes senhores ao desporto, brincando com os sentimentos de jovens de 14 anos e torneando a modalidade para alguns por direito, e outros a serem humilhados em campo por esse senhor, para que o resultado fosse aquele que tinham acordado antes do jogo.

Apelo a V.Exas que façam alguma coisa para que estas situações sejam anuladas para que se reponha a verdade a bem da modalidade e para não continuar tudo na mesma.

Os meus melhores cumprimentos
Leitor Devidamente Identificado

LEIA TAMBÉM

“Se quiseres ser bom Juiz ouve o que cada um diz”

Solicito a publicação de uma carta que recentemente foi dirigida ao Sr. Presidente da Assembleia de Freguesia de Meruge.

Carta ao Director

Exmº Senhor Director do CBS: