Comenius levou Agrupamento da Cordinha à Polónia

 

Depois de em outubro de 2011 o Agrupamento de Escolas da Cordinha ter aberto as suas portas ao parceiros da Holanda, Espanha, Itália, Polónia e Turquia, no mês passado foi a vez de a Cordinha rumar em direção à Polónia.

Uma comitiva composta por 10 alunos e três professores esteve, entre 13 e 17 de fevereiro, em Reda onde teve possibilidade de conhecer “in loco” a realidade educativa daquele país, bem como os respetivos hábitos, costumes e até pormenores históricos.

Numa iniciativa onde a estadia dos alunos foi assegurada por famílias de acolhimento, o grupo que partiu de Ervedal da Beira teve oportunidade de visitar a escola de Reda e jardins de infância do domínio privado.

Apesar das baixas temperaturas, a comitiva que também participou em grupos de trabalho e tomou conhecimento da realidade escolar naquele país, teve ainda oportunidade de visitar o campo de concentração de Stutthof com visita guiada a cargo de um ancião sobrevivente do campo.

Com direito a passagem pelo Estádio de Futebol de Gdansk, o grupo de professores e alunos da Cordinha também efetuou paragem no memorial aos massacres de Piásnica, ocorridos entre 1939 e 1940, durante a ocupação nazi e no qual terão sido assassinados perto de 14 000 cidadãos.

Imagens da baía de Puck completamente gelada, tal como o pequeno porto piscatório de Jastarnia, são algumas das muitas recordações que a comitiva da Cordinha trouxe na bagagem.

LEIA TAMBÉM

Jovens cientistas da EPTOLIVA de Tábua desenvolvem Compósito Antisséptico e conquistam segundo lugar na XI Mostra Nacional de Ciência

Jovens estudantes da Eptoliva, na Tábua, no distrito de Coimbra, desenvolveram uma solução desinfectante a …

A escola ou a escolinha (?). Autor: António Ferro.

Durante várias décadas, fui assistindo às mudanças (algumas drásticas e escusadas) no sistema de ensino …