A Comissão Política de Secção (CPS) do PSD de Oliveira do Hospital vai reunir na próxima terça-feira, 15 de Julho, em Assembleia para analisar...

Comissão Política analisa declarações de Nuno Pereira na Assembleia de terça-feira

… entre outras coisas, as recentes declarações proferidas por um dos dois vice-presidentes daquela estrutura, Nuno Pereira.

A informação foi adiantada ao correiodabeiraserra.com pelo presidente da CPS, José Carlos Mendes, que preferiu não se alongar em considerações sobre o que foi dito pelo seu vice, esclarecendo contudo de que se trata de “uma posição pessoal que nada tem a ver a Comissão Política”.

“Nunca analisámos assim as coisas”, referiu demarcando-se por isso da posição defendida por Nuno Pereira, salvaguardando também que se trata de uma questão interna que deve ser analisada pela CPS a que preside.

Recorde-se que Nuno Pereira – na sequência da declaração do líder distrital do PSD em defesa da recandidatura de Mário Alves à Câmara Municipal – referiu a este diário digital que se o ainda presidente do município “for imposto como candidato do PSD” pelos órgãos políticos do partido a nível distrital e nacional, “é chegada a altura de José Carlos Mendes e José Carlos Alexandrino conversarem para que apresentem uma lista de independentes conjunta e que defenda os interesses dos oliveirenses”. E acrescentou que, no caso do líder do partido, ser impedido de se candidatar à Câmara Municipal, a concelhia do PSD local “deve demitir-se”.

Jaime Soares “deve ter cuidado com o que diz” e “avaliar o seu próprio desempenho”

Instado pelo correiodabeiraserra.com a pronunciar-se sobre a reacção de Jaime Soares relativamente à contundente nota de imprensa emitida pelo PSD local, José Carlos Mendes referiu que a CPS mantém a sua posição, referindo que o presidente da Comissão Política Distrital apenas “tentou justificar o injustificável”.

Não deixou também de responder à questão irónica de Soares – “o que seria de um partido político e de um concelho se algumas pessoas conseguissem chegar ao poder?” – aconselhando-o a “reflectir sobre o seu próprio desempenho na liderança distrital do partido”. “Deve ter cuidado com o que diz, porque não conhece minimamente as pessoas para pôr em causa a forma como desempenham as suas funções”, alertou Mendes. 

Quanto ao apoio à recandidatura de Alves, o presidente do partido oliveirense sustentou que “o processo está a ser subvertido”, visto que “não está a seguir os trâmites normais definidos pelos estatutos”.

Embora, consciente de que “o presidente da distrital esteja a pôr a CPS de Oliveira do Hospital à margem de todo o processo”, Mendes disse ainda acreditar que os estatutos venham a ser cumpridos, continuando a aguardar pela marcação de uma reunião com presidente nacional do partido, Manuela Ferreira Leite.

LEIA TAMBÉM

Líder parlamentar do PSD questiona António Costa sobre a reconstrução das casas afectadas pelos incêndios.

O líder parlamentar do PSD, Fernando Negrão, pediu ontem explicações ao primeiro-ministro sobre o reduzido número …

Presidente da Câmara de Oliveira do Hospital garante verba ainda desconhecida para reconstrução das segundas habitações depois de questionado pelo vereador do PSD

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, disse hoje que …