Comunistas de Oliveira do Hospital acusam autarquia de não fazer nada para evitar “extinção do Tribunal” e de aumentar “brutalmente o preço da água”

Comunistas de Oliveira do Hospital acusam autarquia de não fazer nada para evitar “extinção do Tribunal” e de aumentar “brutalmente o preço da água”

A concelhia do Partido Comunista Português acusou hoje a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital e as forças partidárias que lá se encontram representadas de não fazerem nada para evitar “a extinção do Tribunal da Comarca de Oliveira do Hospital”. “É um violento ataque aos direitos da população e estranhamos que quem está na Câmara bem como o seu presidente tenham ficado em silêncio. Quem cala consente, por isso parecem estar de acordo com o que está a acontecer”, frisou o elemento daquela organização João Dinis.

Este responsável espera que quem de direito ainda se venha a bater por algo. Acredita que os julgamentos em Oliveira do Hospital podem continuar a acontecer, porque, no seu entender, “a nova organização não obriga os juízes a deslocarem-se, mas eles podem-no fazer. É preciso lutar por isso”, diz. “Têm é de ser devidamente recompensados pelo ministério da Justiça”, ressalva, apontando que este sistema vai transformar o acesso à justiça muito mais dispendioso. “Será cada vez mais apenas para os ricos. E estamos a falar de um dos pilares da democracia”.

A seguir, João Dinis atacou os recentes aumentos do preço da água e do saneamento, algo que classificou de brutal. Garante que a média total dos aumentos ronda os 50 por cento, sendo que no saneamento é de 150. “Uma brutalidade inaceitável. A Câmara tem de baixar estes preços, porque são incomportáveis para as pequenas famílias, pequenas empresas e colectividades. Tem de se encontrar uma alternativa às Águas do Zêzere e Côa”, continuou, acrescentando que essa empresa já está a praticar preços que no contrato de concessão apenas estão previstos para 2030. “Estas medidas visam a entrega desta empresa a grandes grupos económicos privados que pretendem fazer da água um negócio lucrativo. Penso até que a Câmara pode vir a ser ressarcida daquilo que está a pagar a mais”, disse.

Questionando a razão da autarquia não ter tido a coragem política de colocar as grandes empresas a pagar, João Dinis disse que já colocou essa questão várias vezes à autarquia, mas nunca obteve resposta. “Estamos fartos de perguntar quanto paga a SONAE. Nunca nos responderam”, acusou. Por isso, defende uma imediata redução dos preços, que as grandes empresas passem a pagar e que seja abandonado o actual sistema multimunicipal, em que a última palavra pertence às Águas de Portugal e Águas do Zêzere e Côa, passando para um modelo de intermunicipal, em que a decisão final cabe às autarquias.

A terminar, João Dinis fez questão de chamar a atenção para o facto do concelho de Oliveira do Hospital já ter perdido a Zona Agrária, Agrupamentos de Escolas, cinco Juntas de Freguesia, postos médicos e postos dos CTT. “E estão-se a ir: a ESTOG, as extensões de saúde, o centro de saúde, as finanças e nunca vieram o IC6 ou o IC7”, refere, adiantando em jeito de conclusão que a população espera das autarquias e dos autarcas “uma atitude (muito) mais combativa na defesa intransigente dos direitos e interesses dos Oliveirenses”.

 

LEIA TAMBÉM

Tomada de posse dos órgãos autárquicos marcada pela tragédia dos incêndios e presidente reeleito aposta em “fazer renascer Oliveira do Hospital”

Não foi uma tomada de posse normal dos novos responsáveis pelo munícipio. Os discursos inflamados …

António Lopes apresenta denúncia no MP contra as autoridades do concelho oliveirense por entender que pode existir “crime de homicídio por negligência” na tragédia dos incêndios

O eleito à Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital, António Lopes, apresentou ontem uma denúncia …

  • Assurancetourix Das Beiras

    Estes senhores (e outros, independentemente do partido) deviam ter representação (ou maior representação) na AM. Aqui da minha casa da árvore, ainda antes das autárquicas, fui dizendo que uma maioria como a que o PS acabou por alcançar não seria benéfica para Oliveira do Hospital. Num meio pequeno, dominado por meia dúzia de (des)iluminados, estava-se mesmo a ver que uma maioria como esta acabaria por transformar-se numa oligarquia… Pena que os conterrâneos não percebessem isso – a festarola e a doutrina do porco no espeto assim o ditou.

  • Socialista desiludido

    É verdade, mas temos que dar a mão há palmatória, foi o único partido politico que veio a terreiro denunciar estas lamentáveis situações. Os outros, PS inclusive, ainda devem estar de férias. São as férias das férias que têm durante o resto do ano.
    Parabéns ao Prof. João Dinis e à restante companhia.

  • Tão certo como 2+2=4

    Desde que a câmara passou para as mãos do PS e do Alexandrino, Oliveira só perdeu, no ultimo paragrafo João Dinis resume bem esta governação, perdeu-se muito.
    No entanto, contem as festas. Mete nojo ouvir o Presidente dizer que tem de ir a 6 e 7 almoços , que tem pouco tempo, que tem de sair já, quando está a representar a autarquia.
    Se desse tanto valor ao que se perdeu, como dá a funerais, romarias, festas, feiras, casamentos e baptizados, certamente estaríamos mais bem servidos.

  • vergonha este pc de oliveira

    Graças a Deus que não estamos nas mãos destes comunistas.Que figurinha. Só sabem criticar, nunca ninguém os viu fazer nada de útil para este concelho. Esse senhor que já foi presidente de junta então devia ter vergonha de ainda pensar que é presidente e continuar a falar depois do estado lastimável em que deixou tudo por onde passou, agora está de férias da agricultura, aliás sempre esteve, pois nunca ninguém o viu fazer nenhuma sementeira e tem que dizer mal de alguma coisa. que ridiculos. nem se apercebem da figura que fazem. não percebem que ninguém vos passa cartão e que só estão a fazer um jeitinho ao retornado ao pc que encomenda noticias umas atras das outras só para tentar denegrir a imagem da câmara. Vergonha.

    • Zé Mário

      Pensei que ele estivesse aqui como elemento da CPC do PCP de OH.
      Não vi por cá mais partido nenhum. Devem estar satisfeitos com isto.

  • Anti-Comunista

    Caro Ex-Presidente da Junta de Freguesia de Vila Franca da Beira,

    Começo por lhe perguntar qual é o país em regime comunista que seja próspero e que os seus cidadãos vivam condignamente?

    Soube de um pequeno abaixo-assinado de sua iniciativa que propõe a criação de “balcões de atendimento” em cada aldeia da União de Freguesia de Ervedal da Beira. Muito bem, quem vai pagar os custos dessa pretensão? Em que é que pretende “cortar” na sua freguesia para que se possa compensar os gastos acrescidos com aplicação da sua ideia populista?

    É fácil censurar todas as medidas que visem a sustentabilidade económica das instituições. Se por um lado o ideal é termos serviços em todas os lugares, por outro quem vai pagar os custos dessa excentricidade?

    Os seus ideais apenas nos levariam a um caminho – ou ao aumento das contribuições dos cidadãos ou a ruína do sistema.

    Como sei que tem inteligência para compreender que se fossem mantidos os preços dos tarifários da água não haveria forma de os cofres do Município suportarem o prejuízo, onde pretendia obter receita para compensar o défice tarifário?

    Mesmo com o aumento que sofreu a fatura da água e saneamento continuamos com défice tarifário que, por enquanto, é suportável pelo orçamento da Câmara.

    • ZéMário

      Vai ler as promessas feitas em campanha por o actual Presidente de Junta que foram avalizadas pelo Presidente da Câmara, que até são da mesma terra, e também mandam no PS cá do burgo. Por isso, como fazes parte da “malta” até devias ter vergonha a tentar fazer passar a ideia que tenha sido o Jano a prometer isso.
      Ele está a reclamar o que foi prometido.
      Agora vai fazer essas perguntas, ao Tula e ao Teacher. Mas como não é para isso que te pagam!!!Enfim!!!

  • Notícias do Avante

    O Lopes veio a Oliveira do Hospital preparar a conferência de imprensa do PCP.
    Ah grande Lopes ex-comunista, que agora voltou a ser comunista, ainda há-de ser social democrata e já foi um bocadito socialista…

  • António Lopes

    Não.O Lopes foi a Oliveira depositar um cheque na Caixa Agrícola, para ver se não o chamam mais, falido, que ele zanga-se muito com isso.O País deve 136% do PIB e não preocupa ninguém.O que preocupa é o meu que, felizmente, dá para pagar o déficit várias vezes.Nem sabia que ia haver conferência de Imprensa.Nem tinha que saber. O Lopes é por Oliveira e já o declarou três vezes na tribuna da AM.Por Oliveira estará com e contra quem tiver que estar, como se tem provado até agora.Esteve no PS porque pensava que os filhos do Povo, que lá estão, não se tinham esquecido do berço.Afinal esqueceram-se…E de que maneira…logo, não estava a fazer nada,lá.

  • JPCruz

    os anti-comunistas que cometam esta noticia deviam ter vergonha na cara quando vem falar mal de pessoas que tem mais carater que muita gente esta no executivo e não só. eu que saiba nao vi nenhum partido com reponsabilidade do arco da governação ( PS, PSD-CDS) a defenderem o tribunal, eu vi foi esses partidos a votarem favorávelmente ao enorme aumento da tarifa da água e do saneamento. Por isso o PCP tem muitas razôes para criticar estas situaçôes. E já que á aqui pessoas pouco diplomática e ciom pouca inteligencia olhem para os executivos camarários que estam na alçada da cdu á varios anos e olhem para para os outros e vejam as diferenças

  • Que Tristeza de Gente

    No jornal do Lopes alimenta-se a resistência feroz ao poder que
    não o deixou governar. A água ficou mais cara e os menos afectados são os que
    mais estrebucham, por que será? Talvez porque não vivem em oliveira, embora
    gostassem de cá mandar. O preço da água está abaixo da média nacional e as actuais
    tarifas foram aprovadas na Câmara por unanimidade. Não obstante assim prossegue
    a parada maquiavélica e oportunista da rua sésamo. VIVA A REFORMA AGRÁRIA!

  • Anti-Comunas

    Comparem lá a prestação de Executivos Comunistas com o Executivo Oliveirense.
    Afinal de contas o Comunismo não é o paraíso.
    Os dados não são inventados, estão no Portal da Transparência.
    – Oliveira do Hospital tem o mais baixo grau de endividamento por habitante;
    – Oliveira do Hospital tem um dos menores prazos de pagamento a fornecedores;
    – Oliveira do Hospital tem uma das menores despesas com o pessoal por habitante;
    (…)

    Gostei de ver a prestação de alguns bastiões comunistas – Sines, Seixal, Almada!

    Afinal estas excentricidades levam os Municípios a bons resultados!!!

    • Anti-comuna

      Eis os gráficos

      • grafismos

        Entao mas ó tretas publicaste os graficos comparando o que não é comparavel??
        Devias comparar concelhos identicos e não esses
        Queres enganar quem? a mama está a acabar para ti e os outros!

        • anti comuna

          Ainda não percebi por que razão não são comparáveis, uma vez que os dados SÃO POR HABITANTE/RENDA POR MÊS/PRAZO MÉDIO DE PAGAMENTO (…). Ora então digam quais sãos os concelhos comunas que podemos comparar com o nosso.

  • Combate

    Por aqui se vê a ignorância e a demagogia.Queres comparar um concelho rural, com concelhos urbanos? Tem umas dezenas largas muito melhor.Não puseste porquê? E o que é que a realidade sócio-económica tem a ver com o nosso Concelho? O que é que acontece em Oliveira do Hospital em termos de futuro? Daqui a mais uns anos o acentuar do declínio é irreversível.O que Oliveira já foi,o que é hoje, e o que vem a seguir!!! Já que são tanto para festas ao menos vejam se fazem uma que traga gente. Os motards de Góis, Paredes de Coura, uma coisa assim. O que se vê são os incapazes a gravitar e a alimentar-se em torno do Município. Eu percebo a preocupação do Director de Comunicação. Contra tudo o que disse e escreveu, nunca tendo sido capaz de se afirmar na vida, tem que defender o guarda chuva. Mário Alves não fez metade das barbaridades e o que aqui se escreveu..! E como ele mais uns tantos que por aqui se arrastam. Dentro uns, à babuja outros. Quem luta, quem se interessa, naturalmente, complica…muito… e há que afastá-los.

  • Anti-Comuna

    Caro camarada (comentador anterior),

    Aqui o ignorante e demagogo pergunta então quais são as “largas dezenas” de Municípios comunas com melhores prestações do que Oliveira?
    Por falar em festas exemplares poderia também dar o exemplo de Vila Franca da Beira cuja espetacularidade ultrapassa todas as festividades da região, incluindo Festa da Avante!!!
    Por acaso se todas as aldeias fizessem tantas festas por tudo e por nada como Vila Franca muito pior estaríamos…
    Finalizo dizendo que não sou nem nunca fui diretor de comunicação, nem mesmo do jornal “O Comunista”.

    • curioso

      O que é que Oliveira tem para oferecer?
      Estou curioso. Espero efusivamente por a sua explicação.

      • Anti-Comuna

        Oliveira tem para oferecer uma delegação da Confederação Nacional da Agricultura (do Jano) em cada terrinha para os agricultores poderem tratar dos seus assuntos sem ter de percorrer mais de 2km.

        Agora falando mais a sério, por que razão tem de ser Oliveira o “oferecer” alguma coisa? O que é que cada um de nós faz por Oliveira?
        Muitos Oliveirenses permanecem inconformados à espera que lhes ofereçam algo.
        Ficam sentadinhos nos cafés, ou em casa a criticar tudo e todos.
        Por exemplo, em Oliveira do Hospital os dirigentes associativos são os mesmos de sempre, sem que apareça malta jovem interessada em TRABALHAR; os empresários mais dinâmicos são precisamente aqueles que DÃO O EXEMPLO de trabalho aos seus funcionários; os políticos são o que são pois não aparece mais ninguém que DÊ IDEIAS e que se interesse por política…..

        Enfim, muitos dos que para aqui escrevem não passam de complexados que vêm para aqui destilar ódio, sem apresentar uma qualquer ideia construtiva e nunca fizeram algo de positivo por Oliveira.

        • Curioso

          Depois de todas essas ofensas, continuamos sem a sua resposta sobre “o que Oliveira tem para oferecer?”
          Vou continuar à espera, caso não responda, respondo-lhe eu.

  • Combate

    Ó pequeno:Não queres por o teu nome para eu te responder com o meu? Já és parvo há muito tempo? Explica para mim: No tempo do “crápula” do Mário Alves, como actual presidente lhe chamou, havia 3, vereadores a tempo inteiro e um a meio tempo. Agora, oficialmente, há 4. De facto há cinco. E sabes porque é que são estes? Porque foram deslocados na escola e o Sô presidente deu uma de “Gaijo porreiro” à nossa custa!!! Depois meteu mais uma vereadora nas florestas mas que, estás a ver, né..? Depois fez o gabinete afinado não pelas necessidades do Município mas pela necessidade do pessoal. E assim vai Oliveira. Os que se interessam, o que nos foi dado ver, é que correram com eles..! Ou achas que andamos descuidados..? Tem calma e vai vendo de outra forma de ganhares a vida. Nesta, o futuro está contra… Não digas que não foste avisado. Tens lá vida para papagaio..!

  • Anti-Comuna

    Caro combatente,

    Ainda não percebi qual é a razão de haver necessidade de se colocar a identificação (nome) para discutir ideias.

    Não vi o mesmo procedimento em relação ao “Guerra” ao “Assurancetourix” ou até mesmo ao “Combate”.

    Será que é para haver vingança pessoal característica dos regimes Comunas???

    Em relação ao número de Vereadores e ao Gabinete do Presidente da Câmara ficam muito aquém do número de “trabalhadores” do próprio Partido Comunista e das suas associações/sindicatos que gravitam à volta dele, que curiosamente também são financiados com o dinheiro dos contribuintes – quer que lhe dê exemplos?

    Também não conheço quem eram os interessados com quem correram. Ouvi falar num caso de um Ex-Presidente de Assembleia Municipal que teve de regressar à cadeira para o qual foi eleito pelos Oliveirenses, mas daí a correrem com ele… É verdade acabaram por correr com ele sim, mas de todas as representações para as quais era convidado – talvez por isso haja para aí tanto ressabiamento – Em Oliveira, quando olhamos para ele, verificamos que está sozinho, ou melhor vemos uns “ambiciosos” que outrora ele tanto criticou e que agora lhe levam “notícias” e lhe fazem eco neste online.

    Ainda não fiquei esclarecido com o exemplo das Câmaras Municipais Comunas com melhor desempenho do que a de Oliveira – fico a aguardar.

  • Combate

    Demagogia barata. O PCP financia-se essencialmente, com o dinheiro dos seus militantes e actividades que desenvolve, como por exemplo a Festa do Avante. Mas não só. Financia-se com o diferencial dos seus eleitos que entregam ao partido o excedente dos seus ordenados, antes de eleitos. Financia-se com o subsídio da AR, esse sim, dos contribuintes. Só que, foi o único partido que ao tempo votou contra.Sem isso, os outros já tinham desaparecido ou tinham que receber da CIA ou da Alemanha como receberam, por exemplo, para financiar a Fonte Luminosa, mas não só. De certeza que o PCP não se opõe a que acabe esse subsídio.Quanto aos sindicatos não me consta que tenham outra fonte que não os seus associados. Quanto às Câmaras CDU, ou outras não compare o que é incomparável.Oliveira está a meio da tabela. Tem muitas que não têm dívidas, o que não creio que seja um bem. Por exemplo sabe quantas Câmaras têm cantinas onde os necessitados vão comer graciosamente ou por preço simbólico? Muitas e aqui bem perto. Isto do “tudo pelas pessoas”, qual é a expressão que tem em Oliveira? Foi a recente recusa em apoiar totalmente as famílias porque custava 180 mil euros verba inferior ao que gastaram nas festas recentes? Só se for o recente aumento da água, que os meus amigos andam a tentar ver se jogam para canto.Como posso comparar, por exemplo Loures, onde o anterior presidente tinha a família toda e fazia o que fazia? Como posso comparar Setúbal, que foi deixada falida, com a água vendida etc.Qual foi a situação que se encontrou em Oliveira? Este executivo melhorou o quê? Quais foram as obras de relevo feitas que não estivessem adjudicadas ou na “forja”? Quanto ao ex- presidente da Assembleia não me faça rir? Vejam é se lhe pagam o que lhe devem da campanha. Tem algum familiar empregado na Câmara ou conhece-lhe alguma benesse? O presidente do PS, pode dizer o mesmo? E metade da Concelhia pode dizer o mesmo? Ele não era independente? Ou era independente para fazer o que o PS queria? Porque não colocou, o PS, em 1º um militante seu? De repente perdeu as virtudes todas, foi? Decidiram contra a vontade do eleitorado, mas ainda não disseram em que prejudicou ele o Concelho, ao ponto de justificar o acto. Eu sou dos que estou à espera para saber. Nunca o vi muito acompanhado, nunca o vi muito em cerimónias, nunca o vi aos beijinhos é verdade.Isso é para quem quer muito ganhar..!Ele não vos dizia que era melhor perder com honra que ganhar com vergonha, por causa dessa coisa do “Suprapartidário”? Porque é que havia de andar agora. Ao que sei convites é coisa que não lhe tem faltado. Para ir às cerimónias Publicas não precisa de convite. Tem direito próprio. Sabia, não? O que eu sei é que o Sr.Presidente da Câmara diz : ” ou ele ou eu”..! E para não prejudicar, não aparece. Não foi convidado para presidente do Nogueirense? O que fez o Sr.presidente? O homem tem que fazer, não vive disto.Não te disseram que começou dois túneis, em Viseu e que já os está a acabar? Se calhar, tirou lá em meia dúzia de meses o que vós, todos juntos, não tirais no mandato.Tenham vergonha. Conhece-lhe algumas ambições políticas ? É sabido que recusou o convite para presidente da Câmara. E não foi o único. O que se sabe é que não levou nem um cêntimo da sua actividade. Mais alguém pode dizer o mesmo? A gente sabe que ele vos incomoda. Muito. E ainda bem , para todos nós. Notícias não era ele que vos as costumava dar? O que falta é quem o informe. Eu inclusivé. Dá-me mais ele a mim que eu a ele. Cuidem-se .Digam lá o que vos apetecer. Andamos cá e conhecemos bem quem anda atrás do quê. É uma vergonha. Ao menos fiquem caladinhos e não tentem fazer de nós parvos. Mais trabalho e menos festas.

  • Combate

    Anti-comuna: Continuas na demagogia.Que tem a ver um Concelho como Alvito com trezentos e muitos Km e 2 700 habitantes com Oliveira que tem 234 e 21 mil habitantes?Qual é a realidade económica e social desse Concelho ou de qualquer outro rural do Alentejo, zona de latifundio, com a realidade de Oliveira? Que tem a ver um Concelho urbano de Setubal ou Lisboa com a realidade de Oliveira que há muito é um Concelho com um forte pendor industrial e comercial, em zona de minifúndio em que os cidadãos convivem com uma realidade mista, agricultura e industria e comercio? Qual é o rendimento per capita de Oliveira e dos concelhos CDU? Qual é a realidade social de Oliveira, onde quase todos têm um pedaço de terra, com os Concelhos CDU que a terra ou é do latifundiário ou não há como nos Concelhos Urbanos? Oliveira tem uma harmonia territorial em que os rendimentos do FEF, que são pagos pela área e habitante tem uma realidade diferente. Qual é a herança de Oliveira e qual foi a herança CDU? Consta que as Câmaras CDU são mal geridas? É a 1ª vez que ouço.Albergaria a Velha, fornece alimentação gratuita diária aos necessitados. Oliveira fornece alimentos a uns poucos, mas oferta do banco alimentar alimentado pelos cidadãos ou pelas multas do tribunal. Vários Concelhos fornecem alimentação a um euro. O que se faz em Oliveira? SE não se gasta no social, no “tudo pelas pessoas” é natural que sobre… Não se fornece alimentação a ninguém. A realidade de Oliveira é que, nos últimos dois anos 10% das receitas foram para bola, festas e subsídios eleitoralistas. Isso também não é comparável. O que falta a Almada, a Loures, ao Barreiro, Seixal, etc. para trazer um clube na 1ª divisão? Nos concelhos CDU apenas Setúbal tem 1ª . .2ª liga nem conheço. Por aqui valorizam-se muito é as festas e a bola. A questão a saber é porque é que a Câmara aumentou a água 4 vezes mais que o que foi aprovado e proposto na Assembleia Municipal. Qual é a legalidade da decisão? Isso é que é o assunto.

    • Ontem, hoje e amanhã

      É verdade Combate, é importante comparar, o que fomos com o que somos, para podermos prever na desgraça que estaremos no futuro.

    • Anti Comuna

      Combate,

      O excesso de politica social termina quando acaba o dinheiro.

      Sou favorável que se ajude convenientemente os mais necessitados, porém se nos centrarmos excessivamente neste tipo de politicas acabamos numa situação económica insustentável – Deixaríamos de ter quem produzisse riqueza suficiente para pagar almoços a 1€.

      Uma outra dificuldade neste tipo de politicas é identificar quem serão os “verdadeiros necessitados”.

      Agora de uma forma objetiva e sem a demagogia que invoca, os dados que constam nos gráficos abaixo, onde constam municípios de zonas urbanas e zonas rurais, permitem tirar algumas conclusões:

      1.ª – O grau de endividamento por habitante é menor em Oliveira do Hospital, ou seja a dívida é calculada de acordo com os habitantes de cada município;

      2.ª – O prazo médio de pagamentos aos fornecedores é o 2.º mais baixo, logo esta variável nada tem a ver com a dimensão do município;

      3.ª – A despesa com pessoal (funcionários) por habitante é 2.ª mais baixa, ou seja a valor é calculado de acordo com os habitantes de cada município;

      4.ª – Os encargos das famílias com o ambiente está relacionado com o que cada município cobra diretamente por estes serviços a cada família, ou seja, esta variável nada tem a ver com a dimensão do município;

      5.ª – O valor médio do arrendamento social em Oliveira do Hospital é o mais baixo de todos, o que traduz o esforço considerável do Município na aplicação de politicas sociais;

      6.ª – Oliveira do Hospital possui menos desempregados do que a generalidade dos Município comunistas, acrescendo o facto de o desemprego ser maior em meios rurais do que nos meios urbanos.

  • Combate

    Não. O futuro, para a Câmara e para os defensores, é risonho.Não dá, aplica-se-lhes o saque.Vai-se-lhes ao bolso, gemem e nós, (vós) riem. Só tem um problema.De 4 em 4 anos há eleições. Não te dás conta de nada? Se fora eu cuidava-me…

  • Combate

    E ele a dar-lhe. Então e gastar o dinheiro em festas, bola, subsídios que sabe Deus o que lhes acontece, meter “os nossos”, todos, para isso já há dinheiro ??? Eu conheço o problema melhor que o senhor. Qual arrendamento social ? O que é que tem, em Oliveira de arrendamento social? Fique calado e não diga nada..Tem um Bairro do tempo do Estado Novo que valha-nos Deus. Alguma vez ,nesse capítulo, houve política Social em Oliveira do Hospital? O Carlos Portugal prometeu, mas, foi só isso.Promessas!!! Vá por esse País fora e veja a realidade, nesse capítulo. Claro, mais uma vez no interior e no minifúndio tem é casas a mais a maioria sem telhado. O Concelho tem uma orografia e uma demografia privilegiada o que lhe permite boa parte desse sucesso. O Concelho é dos três primeiros em receita fiscal, no Distrito, logo tem receitas para as quais o Município, este e os outros pouco ou nada concorreram. Não me adormeça. Eu quero saber é por alma de quem, com que legalidade considerando o que foi decidido, e com que moralidade, considerando o momento e o que foi dito, é que se decidem aumentos destes, na água…Eu percebo que tenha que justificar o que lhe pagam.Aconselho é que arranje uma forma mais produtiva e moralizada de ganhar a vida…

  • José Miguel Gonçalves

    Pois mas continuam a meter pessoal e a arranjar taxos….

  • Munícipe

    Camarada Combate,

    Como não conhece o “problema”, permita que o esclareça antes que possa divagar mais sobre o assunto:

    1.º Oliveira do Hospital é o 12.º Município do distrito em matéria de receita fiscal com 711€/habitante (não sei onde foi buscar a ideia estapafúrdia de que estaríamos entre os três primeiros);

    2.º Oliveira do Hospital possui várias casas de habitação social, somos o 2.º classificado no distrito com 1,98 casas por 1000 habitantes. Estão situadas sobretudo em pequenos bairros, estão em razoável estado de conservação – desconheço a que casas sem telhado se possa estar a referir;

    3.º Conheço minimamente a realidade a nível nacional no que toca a habitação social. Penso que possa eventualmente estar a referir-se a grandes bairros de habitação social característicos de algumas cidades. Esse tipo de solução não me agrada, pois tem como características a degradação das infraestruturas, criminalidade elevada, entre outros aspetos negativos;

    4.º Ao contrário do que refere, Oliveira do Hospital não tem uma orografia privilegiada, pois está inserida numa zona do interior de Portugal, com relevo complexo (montanhas e bacias hidrográficas), nem tampouco nos podemos “gabar” da demografia. Se fosse um pouco mais conhecedor da real situação deveria saber que a nossa população está a envelhecer – sabe o que isto significa?;

    5.º Quem deliberou sobre os aumentos nos serviços de água e saneamento foram os deputados municipais, através da aprovação da alteração dos tarifários em Assembleia Municipal. O documento que foi aprovado define os valores referentes ao consumo e respetivos escalões. Anexo o edital que contempla os aumentos aprovados pela AM http://www.cm-oliveiradohospital.pt/index.php?option=com_rokdownloads&view=file&task=download&id=2023%3Aedital-atualizacao-do-tarifario-do-servico-de-aguas-e-saneamento-de-aguas-residuais&Itemid=106;

    Caso tenha alguma dúvida pode questionar-me em horário pós-laboral, pois a minha vida profissional não permite “bater papo” durante as horas de trabalho.

  • Combate

    Sim,sim…eu sei dos seus “afazeres profissionais”. Conversa, comigo, não dá.1,98 por 1000 habitantes, são 4O casas, com as limitações que têm e não me consta que qualquer delas tenha siso feita depois do 25 de Abril. Deram aí umas ajudas aos idosos que serviu de mote para o choradinho do Sr.presidente que a grande tristeza era que já tinham morrido dois quando foi para as entregar. Se o Concelho caiu assim tanto em tão pouco tempo, em matéria de receita fiscal, tire daí as devidas ilações. Há bem poucos anos era o 2º.

    Se conhecesse bem a realidade social em termos de habitação social e outro tipo de apoios não dizia tanta asneira.

    Começou esta sua arenga com as comparações às Câmaras CDU. Ora a grande maioria são no Alentejo com uns poucos milhares de habitantes e uma desproporção em área e ausência de Industria, comércio ou serviços. Tradicionalmente sempre assim foi. As outras, mais ou menos metade, são nos grandes dormitórios de Lisboa com tudo o que isso acarreta. Volto a repetir-lhe que a gestão CDU é unanimemente considerada exemplar. A boa posição que Oliveira possa ter no contexto, em nada se deve à governação deste executivo. Já foi herdada. Praticamente desde o início do mandato que tem os condicionalismos legais , hoje existentes, que não permitem que se façam novas Poiares, e mais as que hoje recorreram ao fundo,onde um “dono” parecido com o nosso, até Policia Municipal montou. O resultado aí está. Logo, para o bem e para o mal, o executivo, este ou outro, tem pouca margem de manobra. A pouca que tem é para festas, bola e complemento de salário para “os nossos”, nos POCs, Adesas, BLCs, contratos de serviço a amigos, tipo director de comunicação, mas não só, e compra de imagem em publicidade, para dizerem que gasta 50 mil onde para já vai em 94,5…
    Tem toda a razão. Quem deliberou os aumentos foi a Assembleia Municipal,a única que o pode fazer, em 28 de Dezembro de 2013. Foi-lhe proposto um “tecto máximo ” de 400 mil euros ano e aumentos entre 1,9 e 5,6 euros. Só que, o novo tarifário, foi aprovado com os actuais números, em 23 de Janeiro de 2014!!! em reunião de Câmara.Vá ver a acta!!! A Câmara e o seu presidente para além de trairem a confiança da Assembleia, cometeu uma ilegalidade. Num Concelho a sério, era uma Moção de Censura e rua.

  • Factos

    Caro Combate,

    Começo por fazer uma analogia: A lucidez está para o seu pensamento assim como a verdade está para o seu comentário :”a gestão CDU é unanimemente considerada”.

    Se o Comunismo fosse assim tão bom estaríamos rodeados de Autarquias Comunistas e teríamos um Governo de Centro Esquerda! Ainda bem que assim não é!

    Já agora, quando é que Oliveira do Hospital esteve em 2.º lugar distrital no que toca à receita fiscal? O ideal é que se referisse a factos e não a meras afirmações de sua autoria.

  • Combate

    É como eu digo.Queres conversa. Volto a dizer-te que o problema é o aumento da água e o fecho do tribunal mais as festas e a bola. O PS só agora é que chegou à Câmara, serviu-se de tudo e de todos, para lá chegar. Se fosse assim tão bom estava nas Câmaras todas, não era? Tens cá umas teorias…Já te esqueceste de quando andavam a atacar o Mário Alves, que estávamos a cair , que Oliveira era o 2º Concelho e que tinha caído para terceiro? Terceiro de cima para baixo ou 14º de baixo para cima..Acho que andas confundido com a tabela. Antes era só Coimbra. Agora já são uns poucos.Viste a volta que Cantanhede deu? E Oliveira? A BLC, já vai pelo tal caminho!!! A Boyada…É Hoteis de luxo, é kms diários para a deslocação dos directores é ordenados liquídos de 2 000 mil, depois o resultado não aparece. A Câmara tem uma pequena parte. A pagar tem as partes todas.Sabes quem lá metem, não sabes. É disso é que eu quero que tu me fales. O que andou o director de comunicação e a 1ª dama do Ervedal, a fazer por aquelas bandas??? Vais dar uma respostazita a estes assuntos? Retórica, vale o que vale e a tua é muito fraca. Com o comunismo este País ainda deu ares de ser com oportunidades para todos. Mas logo aceitaram o soldo para fazer uma Fonte Luminosa e entrar neste caminho de massacre para quem trabalha. . O Déficit já vai em 134%.,20% da população passa fome.80% tem dificuldades em honrar os compromissos.150 000 casas já foram entregues aos bancos.Todos os dias são entregues mais 120. O desemprego está em 18%, dizem eles…Upa, Upa, É isto é que são boas políticas e boa governação? Agora ouço falar, há minutos na TV, é de novos escravos. Até os da bandeirinha já se contentam com 500 euros. É isto que tens para oferecer? Deves ter muito para perder com o Comunismo…Já não basta serem pobres também têm que ser parvos!!! Responde lá com a tua “lucidez” e diz-me se são estas as vossas propostas…

  • Combate

    E se isto não são factos, onde é que estão os factos..? Os factos é que acabaram o ano na BLC já estão encaixados noutro lado. No fim do ano devem ir para a ADESA. Depois rodam outra vez mais 3 anos. Esses são os factos. No tempo do Mário Alves, com mais dinheiro, eram 3,5 vereadores. Agora são 4 +1. Bandeirinhas eram menos de 40. Agora são cento e muitas. Queres mais factos..? Gastos nas festas e na bola, só o comparar já é ofender!!!