Concelhia do PSD de Oliveira do Hospital toma posição pública sobre relação de conflitualidade com a distrital

A comissão política concelhia (CPC) do PSD reúne esta segunda-feira e prepara-se para divulgar um comunicado aos militantes, onde se pronuncia sobre o clima de conflitualidade que continua a existir entre a concelhia e a distrital do partido.

Contactado pelo correiodabeiraserra.com, o líder do PSD local, Nuno Tavares Pereira, continua a exigir a “cabeça” do presidente da distrital, recordando que terá sido o próprio Pedro Machado a afirmar que se demitiria “caso o PSD perdesse as eleições em Oliveira do Hospital”.

Voltando a sublinhar que os sociais-democratas perderam as autárquicas do dia 11 de Outubro para o PS, em consequência da insistência de Machado em recandidatar Mário Alves, Nuno Pereira mostrou-se desencantado com o facto de não existir qualquer tipo de diálogo entre as duas estruturas partidárias e denuncia que, esta tomada de posição pública, surge pela razão de a distrital do PSD continuar a não dar seguimento a um pedido de reunião solicitado pela concelhia no passado mês de Outubro.

“Continuam sem nos querer ouvir”, referiu a este diário digital o presidente da concelhia social-democrata, frisando que enquanto a distrital “não tiver coragem para se demitir” o PSD local “vai cumprir com aquilo que se comprometeu”.

De acordo com os estatutos do partido, o PSD terá as próximas eleições para a concelhia durante a Primavera de 2010. A eleição prevê-se novamente muito disputada, já que a facção ligada a Mário Alves deverá tentar reconquistar a presidência do partido.

LEIA TAMBÉM

Líder parlamentar do PSD questiona António Costa sobre a reconstrução das casas afectadas pelos incêndios.

O líder parlamentar do PSD, Fernando Negrão, pediu ontem explicações ao primeiro-ministro sobre o reduzido número …

Presidente da Câmara de Oliveira do Hospital garante verba ainda desconhecida para reconstrução das segundas habitações depois de questionado pelo vereador do PSD

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, disse hoje que …