Concurso de requalicação do IP3 deve avançar ainda este ano

O ministro do Planeamento e das Infra-estruturas, Pedro Marques, disse hoje, na Assembleia da República, que o primeiro concurso para a requalificação do Itinerário Principal 3 (IP3), entre Viseu e Coimbra, deverá ser lançado este ano. O governante reafirmou a solução de aumentar o “número de faixas, onde tecnicamente for possível”, da infra-estrutura, sem “colocar portagens, sem onerar as populações” e que “tudo será feito” para que o primeiro concurso de obra deste projecto de requalificação “seja lançado este ano”.

O ministro explicou que as várias soluções que foram equacionadas para a estrutura, como uma “auto-estrada, com impactos ambientais seríssimos”, ou “acabar com o IP3 e a alternativa não portajada”. Por isso, foi decidido avançar com uma verba até 140 milhões de euros, do Orçamento do Estado, para a requalificação, incluindo o “traçado mais sensível na zona da Livraria do Mondego”.

O ministro reafirmou o objectivo de dotar o IP3 de perfil de auto-estrada, sempre que possível, sendo que a “ideia é fazer requalificação integral da via”. O ministro garantiu ainda não estarem a ser transferidas verbas  dos fundos comunitários das regiões de coesão, até porque seria contra os regulamentos

 

LEIA TAMBÉM

Fiscalização da GNR sobre automobilistas levou a sete detenções

Detido em Seia traficante de estupefacientes

A GNR de Seia e de Paranhos da Beira detiveram um homem de 23 anos, …

Mortes em acidente em Tábua no acesso ao IC6

Dois homens morreram hoje na sequência de uma colisão frontal entre duas viaturas ligeiras numa …