Domingo, Março 26, 2017
Início - Últimas - Condutor acusado de homicídio por negligência no acidente que matou peregrinos de Mortágua
Condutor acusado de homicídio por negligência no acidente que matou peregrinos de Mortágua

Condutor acusado de homicídio por negligência no acidente que matou peregrinos de Mortágua

O Ministério Público (MP) acusou o condutor envolvido no acidente que matou cinco peregrinos de Mortágua, em Coimbra, em 2015, de cinco crimes de homicídio por negligência e quatro crimes de ofensa à integridade física por negligência. O jovem tem 26 anos e despistou-se à saída de uma curva, na localidade de Cernache, em Coimbra, invadindo a faixa onde seguiam a pé cerca de 80 pessoas, em direcção a Fátima, deixando cinco mortos e quatro feridos.

O acidente ocorreu por volta das 03h45, a 2 de maio de 2015, um sábado, provocando cinco vítimas mortais, com idades entre os 17 e os 69 anos, que eram provenientes de Mortágua, distrito de Viseu. O jovem condutor natural da Geórgia e residente em Penela, também no distrito de Coimbra, atuou, segundo o MP “de forma leviana, imprudente e desatenta”.

O MP sublinha que a recolha da amostra de sangue feita ao condutor duas horas depois do acidente revelou uma taxa de alcoolemia de 0,9 g/L e a presença de substâncias psicotrópicas (droga), recordando que em 2013 o jovem já tinha sido interveniente num acidente onde conduzia com uma taxa de alcoolemia de 1,14 g/L. O jovem conduzia ainda acima do máximo permitido (70 quilómetros por hora), num piso onde tinha chovido “recentemente”.