Condutora de Seia ficou gravemente ferida em despiste no IP3

O despiste de uma viatura ligeira, no IP3, na zona de Almaça, Mortágua, provocou, esta tarde de quarta-feira, ferimentos graves a uma condutora de Seia com 40 anos de idade. O acidente, refere o JN, aconteceu no sentido Coimbra-Viseu, numa recta com duas faixas de rodagem, mas onde não existe separador central. A vítima, residente na zona de Seia, foi transportada para o centro hospitalar universitário de Coimbra.

“Tratou-se de um despiste, seguido de capotamento com projecção da condutora para o exterior, a única ocupante da viatura”, descreveu, citado por aquele jornal, o comandante dos bombeiros voluntários de Mortágua, Luís Filipe Rodrigues. Segundo explicou, a condutora ficou caída a cerca de um metro do BMW que conduzia.

O comandante dos voluntários de Mortágua acredita que a colocação de um separador central naquela zona do IP3 “poderia fazer a diferença”. “Em meia dúzia de anos recordo-me de ali terem morrido três pessoas devido a colisões frontais”, concluiu.

LEIA TAMBÉM

AVMISP avisa, após reunião Marcelo Rebelo de Sousa, que falta de apoios pode levar empresas afectadas pelos incêndios a encerrar

A Associação das Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal (AVMISP) lamentou hoje, na …

Ano de 2017 foi o melhor de sempre para o turismo no Centro de Portugal

O ano de 2017 foi o melhor de sempre para a atividade turística no Centro …