Condutora de Seia ficou gravemente ferida em despiste no IP3

O despiste de uma viatura ligeira, no IP3, na zona de Almaça, Mortágua, provocou, esta tarde de quarta-feira, ferimentos graves a uma condutora de Seia com 40 anos de idade. O acidente, refere o JN, aconteceu no sentido Coimbra-Viseu, numa recta com duas faixas de rodagem, mas onde não existe separador central. A vítima, residente na zona de Seia, foi transportada para o centro hospitalar universitário de Coimbra.

“Tratou-se de um despiste, seguido de capotamento com projecção da condutora para o exterior, a única ocupante da viatura”, descreveu, citado por aquele jornal, o comandante dos bombeiros voluntários de Mortágua, Luís Filipe Rodrigues. Segundo explicou, a condutora ficou caída a cerca de um metro do BMW que conduzia.

O comandante dos voluntários de Mortágua acredita que a colocação de um separador central naquela zona do IP3 “poderia fazer a diferença”. “Em meia dúzia de anos recordo-me de ali terem morrido três pessoas devido a colisões frontais”, concluiu.

LEIA TAMBÉM

José Carlos Alexandrino garante que existem três médicos dispostos a vir trabalhar para Oliveira do Hospital desde que sejam contratados pela tutela

Deputado do PS Santinho Pacheco defende encaminhamento de doentes renais de Seia e Gouveia para Viseu

O deputado socialista Santinho Pacheco, eleito pelo circulo eleitoral da Guarda, anunciou hoje que questionou …

A partir de hoje a origem do leite é obrigatória nos rótulos

A origem do leite, queijo, requeijão, iogurte, manteiga ou nata vai ser obrigatória nos rótulos …