Condutores apanhados ao telemóvel enquanto conduzem aumentou assustadoramente

A GNR registou, em 2015, quase 29 mil infracções cometidas por pessoas que conduziam enquanto falavam ao telemóvel. Estes números traduzem-se num aumento de quase 30 por cento relativamente ao ano anterior. Os números são assustadores. “As pessoas não têm a real percepção da gravidade de usar o telemóvel enquanto conduzem”, disse ao jornal I, o major Marco Cruz.

“Os factores de risco estão identificados”, sublinhou a mesma fonte, garantindo que ainda assim “a fiscalização mais direccionada e mais assertiva que a GNR tem desenvolvido tem contribuído para a redução do número de vítimas”.

O jornal I explica que 31 por cento dos condutores escrevem SMS enquanto conduzem, uma prática que prejudica a atenção e os reflexos dos condutores, transformando os mais jovens em idosos de 70 anos. Só o facto de falar ao telemóvel enquanto se está ao volante aumenta 23 vezes a probabilidade de acidente.

LEIA TAMBÉM

Oliveira do Hospital renova voto a João Paulo II

 O “Dia Unidade Pastoral de Oliveira do Hospital” celebra-se no próximo domingo e, num evento …

Incêndios destruíram mais 500 hectares em Seia

Autoridade Nacional de Protecção Civil alerta para risco de incêndios nos próximos três dias

O Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS) da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) …