Confraria do Queijo Serra da Estrela “cresce e enriquece-se”

A Confraria do Queijo Serra da Estrela realizou, no sábado, o 25º capítulo. Na cerimónia foram entronizados nos confrades permanentes e de mérito, provando que a confraria “cresce e enriquece-se”.

Tal como em anos anteriores, o capítulo da confraria aconteceu no âmbito da Festa do Queijo Serra da Estrela de Oliveira do Hospital, tendo sido responsável, no último fim de semana, pela presença de um número record de confrarias convidadas no certame. No total, foram 30 as confrarias que se associaram à promoção e valorização do Queijo Serra da Estrela e que participaram no capítulo anual da Confraria com sede em Oliveira do Hospital e que assinalou 25 anos de atividade.

“A Confraria tem ganho raízes”, referiu com satisfação o grão mestre da Confraria do Queijo Serra da Estrela que, ano após ano, tem assistido a uma maior defesa do produto rei e por conseguinte à entronização de novos confrades. “A Confraria cresce e enriquece-se”, continuou Manuel Leal Freire na abertura de uma cerimónia que ficou marcada pela entronização de novos confrades permanentes e de novos confrades de mérito, entre os quais a Escola Superior de Turismo de Seia, na pessoa da diretora Anabela Sardo e o sociólogo e professor universitário Alberto Trindade Martinho, autor do livro “O Queijo da Serra da Estrela e a Transumância”, que teve oportunidade de apresentar na cerimónia.

“Temo que daqui a alguns anos não tenhamos Queijo Serra da Estrela”

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa sessão também comemorativa dos 25 anos da Confraria, o presente foi entregue ao presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital. Pedro Couceiro, Grande Conselheiro da Confraria ofereceu insígnia da Confraria a José Carlos Alexandrino.

Satisfeito pelos 25 anos da Confraria, o autarca oliveirense revelou-se igualmente agradado com a presença de tão elevado número de confrarias convidadas em Oliveira do Hospital. “Saúdo as 30 confrarias do país e de Espanha que, de alguma forma, abrilhantaram Oliveira do Hospital”, referiu José Carlos Alexandrino, partilhando o “orgulho” de as ter no concelho. “Oliveira do Hospital hoje é o centro do mundo em confrarias. Espero que se sintam em casa”, referiu.

Num dia em que o município deu início à Festa do Queijo Serra da Estrela que, este ano, teve associado novo figurino pela mudança para o centro da cidade, por onde passaram milhares de visitantes, José Carlos Alexandrino apreciou o trabalho que, nos últimos 25 anos, foi sendo feito pela Confraria na promoção e valorização do Queijo Serra da Estrela. Em concreto, o autarca referiu o trabalho em torno da eleição do Queijo Serra da Estrela como uma das sete maravilhas da gastronomia portuguesa. “Esta eleição foi muito importante”, disse satisfeito o presidente da Câmara.

Pese embora o ambiente festivo, José Carlos Alexandrino não escondeu aquela que é a sua preocupação em torno do Queijo Serra da Estrela, decorrente da diminuição dos rebanhos e da produção do afamado produto . “Temo que daqui a alguns anos não tenhamos Queijo Serra da Estrela”, disse o autarca.

LEIA TAMBÉM

Atropelamento mortal em Candosa, concelho de Tábua

Mulher morreu hoje em Oliveira do Hospital vítima de atropelamento na EN17 junto ao Lidl

Uma mulher, com 60 anos, morreu ao final da manhã de hoje na sequência de …

Detidos incendiários em Viseu, Vouzela e Tondela

A Polícia Judiciária deteve um homem, de 41 anos, casado, servente de pedreiro, pela presumível …