Conquistas desportivas dos estudantes da UA valem isenções e reduções de propinas

A Universidade de Aveiro (UA) vai atribuir bolsas de mérito aos estudantes que se destaquem no desporto e que tenham sucesso académico. Os prémios, dependendo dos resultados desportivos alcançados, podem ir da isenção total ou parcial no pagamento de propinas até, caso o estudante participe nos Jogos Olímpicos, ao pagamento de uma bolsa de valor equivalente a 1,5 vezes o valor da propina nacional.

Em ano de Jogos Olímpicos e de grandes conquistas dos estudantes da UA nos Campeonatos Nacionais Universitários, a medida, que abrange já os resultados alcançados nesta época desportiva, eleva a fasquia na aposta que a academia está a fazer para atrair mais e melhores estudantes-atletas, dando-lhes para isso todas as condições estruturais e financeiras que lhes permita conciliar os estudos com uma prática desportiva de alto nível.

“A UA encara como parte da sua missão a formação global do indivíduo, do que é indissociável a valorização da prática desportiva”, aponta Gonçalo Paiva Dias. Neste contexto, afirma o Vice-reitor da UA para a área académica, “achamos fundamental premiar os estudantes que conseguem conciliar o sucesso académico com a obtenção de resultados desportivos de relevo, quer nas competições universitárias quer nas competições oficiais. É este o espírito das bolsas de mérito desportivo”.

“As bolsas de mérito desportivo fazem parte de uma estratégia mais ampla de desenvolvimento desportivo da UA, em colaboração com a Associação Académica e com os clubes da região. No âmbito dessa estratégia, queremos atrair mais e melhores estudantes-atletas que, vindo para a Região de Aveiro, possam manter a sua prática desportiva e beneficiar da grande qualidade das formações oferecidas pela UA”.

O regulamento das bolsas de mérito desportivo agora aprovado pela academia de Aveiro abrange todos os estudantes que, estando inscritos a tempo integral e tendo obtido aproveitamento escolar, consigam alcançar o pódio nas Universíadas, nos Campeonatos Mundiais Universitários ou nos Campeonatos Europeus Universitários. Em caso de medalhas nestas competições, os estudantes ficam isentos do pagamento da propina.  Já nos Campeonatos Nacionais Universitários, os estudantes que alcancem o primeiro, o segundo ou o terceiro lugar receberão, respectivamente, uma bolsa no valor de 50, 30 ou 15 por cento do valor integral da propina.

A participação nos Jogos Olímpicos (com bolsa de valor equivalente a 1,5 vezes o valor da propina), em Campeonatos do Mundo (valor da propina) ou da Europa (80 por cento do valor da propina) ou a representação do país com as cores da selecção portuguesa (50 por cento do valor da propina) em competições oficiais vale também aos estudantes o reconhecimento pelo regulamento. Da mesma forma, ser campeão nacional em alguma das modalidades federadas passa a significar que o estudante recebe 30 por cento do valor da propina.

LEIA TAMBÉM

Incêndios destruíram mais 500 hectares em Seia

Incêndio em Seia leva à retirada de 30 pessoas e EN17 cortada

Cerca três dezenas de pessoas foram hoje retiradas das suas habitações por precaução em aldeias do concelho de …

O regresso da chuva e queda da temperatura a partir de segunda-feira

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê o regresso da chuva a partir de segunda-feira …