Conselho de Jurisdição negou pedido de impugnação e JSD garante participação activa em campanhas eleitorais

Não surtiu efeitos o pedido de impugnação do acto eleitoral para Comissão Política de Secção e Mesa do Plenário da Secção de Oliveira do Hospital e Conselho Distrital da JSD Coimbra, realizadas no dia 26 de Abril de 2008, apresentado pelo militante Jorge Carvalho.

A indicação é avançada em nota de imprensa enviada ao correiodabeiraserra.com pela JSD de Oliveira do Hospital referindo-se a uma deliberação de negação do pedido, emitida pelo Conselho de Jurisdição de 1.ª Instância das Beiras da JSD, datada de 27 de Novembro, sem que tenha sido – de acordo com a mesma nota – objecto de recurso por parte do autor do pedido de impugnação.

Presidida por Carlos Veloso – o militante foi reconduzido na presidência da estrutura ao derrotar o candidato adversário, Nuno Caetano, por 15 votos – a JSD oliveirense dá por concluído o processo, que se arrasta há cerca de um ano e admite legitimidade ao acto que “determinou a vitória da dissipada lista A”.

Numa altura em que se aproximam três importantes actos eleitorais – europeias, legislativas e autárquicas – a equipa de Veloso garante que vai continuar a desenvolver o seu projecto e, a manifestar o seu empenho na participação activa nas campanhas dos três actos eleitorais, “sempre na defesa intransigente do ideal social democrata”.

LEIA TAMBÉM

Afinal em que país vivemos? Autor: António Lopes.

Fazendo uma análise superficial ao resultado das eleições do último Domingo, considerando as euforias e …

Comentários aos resultados eleitorais em Oliveira do Hospital. Autor: João Dinis, Jano

Grande vitória da CDU na Freguesia de Meruge!  A nível municipal, porém, sai muito ferida …