Retirado cartaz do hotel da Ponte das três Entradas

Construtora Santovaiense terá recebido garantias de arranque das obras e retirou cartaz que chamava a atenção para a falta de água e esgotos e impedia conclusão de hotel

A Construtora Santovaiense já retirou, depois da notícia do Correio da Beira Serra a denunciar o caso, o cartaz que tinha colocado no hotel de três estrelas que tem praticamente concluído na localidade da Ponte das Três Entradas, concelho de Oliveira do Hospital. O placar colado numa janela referia que a unidade hoteleira apenas não estava pronta a abrir as portas, porque a parte que competia à autarquia em termos de infra-estruturas de água e esgotos tardavam a realizar-se. O “CBS” avançou ontem com a notícia e hoje pela manhã o cartaz, onde se podia ler “Investimento parado por falta de água e esgotos” foi retirado. Os responsáveis pela obra recusam-se a prestar mais declarações sobre o assunto, mas alegadamente terão recebido garantias que as obras vão finalmente arrancar.

Anteontem, de resto, quando o CBS procurou saber a razão da empresa ter colocado aquele cartaz, um dos dois promotores, António Nunes, garantiu que pretendia chamar a atenção para um problema que se arrastava há muito tempo. Sublinhou que estava sofrer muitos prejuízos e que via forma da autarquia ou da empresa que ganhou o concurso resolverem o problema. Mas deixou desde logo uma promessa: “Logo que me garantam que a obra arranca tiro imediatamente aquilo”.

Ao que o CBS conseguiu apurar, junto de fontes próximas da empresa construtora, terá sido isso que aconteceu e que o início das obras deve acontecer no início de Setembro. Na altura, António Nunes, disse também que apenas tinha escrito a verdade. “É a realidade. Trata-se de um investimento de cerca de dois milhões de euros que é completamente privado, caso contrário, se tivéssemos de pagar juros aos bancos, a obra já tinha desaparecido”, referiu.

A unidade, classificada com três estrelas e que se irá chamar Hotel Italva, já está equipada com cozinha e lavandaria, só faltando mobilar os 15 quartos. Este empreendimento turístico irá criar dez novos postos de trabalho directos numa fase inicial. Recorde-se que os sócios da Construtora Santovaiense procuraram com este investimento diversificar as suas área de negócios.

 

LEIA TAMBÉM

Mistério do consumo de mais de 1300 litros de água por dia em casa desabitada em Andorinha continua e proprietários ainda não sabem se vão ter ou não de pagar

Câmara Municipal de Oliveira do Hospital facturou menos 40 mil euros de água para não onerar vítimas dos incêndios

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital facturou no último mês de Outubro menos 38.133 …

Voluntários da Ordem de Malta visitam vítimas dos incêndios em Oliveira do Hospital e ouvem críticas à actuação das autoridades e autarquia

Logo à entrada da Quinta da Porfía, Seixo da Beira, Oliveira do Hospital, os sinais …

  • Leitor

    Afinal, o CBS ainda vale alguma coisa, saiu a noticia e a Câmara tratou logo de resolver o problema.
    Toca a denunciar. Que não se esqueçam de baixar as tarifas da água.

  • Jornalistas em Barda

    Isto está o máximo.Tudo virou jornalista!!! Lendo o Folha do Centro e lendo os comentários do Facebook, do Rolo, do Nuno Ribeiro e do Ricardo Figueiredo, fica-se na dúvida se foi o jornal que deu a dica aos jornalistas se foram os “jornalistas” a fazer a notícia do Folha..! Não sei como é possível haver quem tenha um código de conduta e se “conduza” assim! Como não percebo que haja quem se arroge de valores e se preste a semelhante coisa…

  • Santovaiense

    Isto é engraçado, quem fez a maioria das redes de água e saneamento no Distrito, foram empresas de Santa Ovaia, agora na Freguesia não se conseguem fazer.
    Dá para compreender a frase: “Toda a gente faz aquilo que lhe deixam fazer”. Pois se estivesse na mão dos Santovaienses, já estava feito. E bem.