Convento do Desagravo ‘virou’ monumento de interesse público

 

… já é entendida como um “manifesto ganho” para o turismo local.

Depois de brindado com o livro alusivo à sua história, o Convento do Desagravo acaba de ser presenteado com a classificação de monumento de interesse público. Uma medida que é bem acolhida pela Câmara Municipal de Oliveira do Hospital que considera estar em face de “um manifesto ganho” para o turismo local.

“O concelho ficou enriquecido do ponto de vista turístico e patrimonial”, referiu o vice-presidente e vereador do Turismo na autarquia oliveirense, José Francisco Rolo, à agência Lusa.

A publicação da Classificação do Convento do Desagravo como monumento de interesse público aconteceu no passado dia 8 de março, numa portaria do Diário da República onde também é delimitada uma Zona Especial de Proteção ao convento.

“O complexo conventual é constituído por igreja, claustro e restantes dependências monásticas, articuladas em torno deste último. Não obstante as intervenções de que foi alvo após 1834, data da extinção das ordens religiosas, visando adaptar os espaços a distintas ocupações, e que o descaracterizaram substancialmente, o imóvel conserva ainda muitas das suas estruturas originais, nomeadamente o claustro, a igreja, a portaria e a hospedaria. No interior da igreja destacam-se os retábulos neoclássicos, em talha dourada e policromada, da capela-mor e dos altares colaterais. A classificação do Antigo Convento do Desagravo do Santíssimo Sacramento reflete os critérios constantes do artigo 17.º da Lei n.º 107/2001, de 8 de setembro, relativos ao caráter matricial do bem, ao seu interesse como testemunho simbólico e religioso, ao seu valor estético, técnico e material intrínseco e à sua conceção arquitetónica e urbanística.” lê-se na portaria.

Note-se que já no novo milénio, a Fundação Bissaya Barreto, proprietária do edifício e terrenos envolventes, iniciou obras de recuperação e transformação do Convento do Desagravo do Santíssimo Sacramento em unidade hoteleira, atualmente integrada na rede de pousadas históricas da Empresa Nacional de Turismo (ENATUR).

LEIA TAMBÉM

Candidato do PSD a Travanca promete “um presidente para todos os dias e não apenas para o fim-de-semana”

O PSD apresentou ontem publicamente a lista candidata à Assembleia de Freguesia de Travanca de …

Festival “Origens” de Travanca de Lagos agendado para o próximo fim-de-semana

Os Jovens da Liga de Travanca de Lagos apresentam, de sexta-feira a domingo, mais uma …