Corpo do idoso de Lagos da Beira desaparecido em Janeiro estava em elevado estado de decomposição

O corpo de António Benedito, o idoso, de 81 anos, que, em Janeiro, desapareceu em Lagos da Beira, concelho de Oliveira do Hospital, apareceu ontem por detrás da empresa Sotragan, na zona Industrial de Oliveira do Hospital. O alerta para a GNR foi dado, pelas 11h45, por uma senhora que passava pela zona com um cão, quando se deparou com o cadáver em elevado estado de decomposição, a cerca de 100 metros de um ribeiro. O reconhecimento foi feito pelas roupas que coincidiam com aquelas que António Benedito vestia quando saiu pela ultima vez de casa, no dia 14 de Janeiro.

No local estiveram a GNR e os Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital, bem como a delegada de saúde. O corpo foi depois de recolhido transportado para ser realizada a autópsia que permita determinar as causas da morte.

António Benedito, de 81 anos, sofria de Alzheimer, saiu de casa na manhã de quarta-feira, dia 14 de Janeiro, e não voltou a regressar. O alerta do desaparecimento, recorde-se, foi comunicado aos bombeiros às 11h00 do dia seguinte, momento a partir da qual foram iniciadas as buscas. Os trabalhos prolongaram-se até ao final do dia de sábado, altura em que as buscas foram interrompidas.

Os grupos de buscas contaram, entre outros elementos, com a participação de equipas cinotécnicas ou os GIPs da GNR. Na altura, as autoridades garantiram que todo o perímetro foi visto e revisto sem sucesso. Depois de interrompidas as buscas, o caso continuou sob alçada da GNR.

LEIA TAMBÉM

Capoula Santos apresentou em Oliveira do Hospital novas medidas de apoio aos agricultores afectados pelos fogos

O Ministro da Agricultura apresentou, ontem, em Oliveira do Hospital, as novas medidas de apoio …

O “Ciclone de Fogo” varreu aquela noite que o foi de (quase) todos os medos… Autor: João Dinis, Jano

Naquela noite de (quase) todos os Fogos e de (quase) todos os medos, morreu Gente …