CPCJ de Góis promove formação em detecção e intervenção nos maus tratos e abuso infantil

CPCJ de Góis promove formação em detecção e intervenção nos maus tratos e abuso infantil

A Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Góis (CPCJ), em parceria com Câmara Municipal, vai promover uma formação em detecção e intervenção nos maus tratos e abuso infantil. A acção, que irá decorrer amanhã (pelas 9h30) na Biblioteca Municipal daquela localidade, é ministrada por Fátima Duarte da Comissão Nacional de Protecção das Crianças e Jovens em Risco, numa iniciativa de reflexão sobre procedimentos de protecção face à identificação de situações de maus tratos contra crianças e jovens.

O objectivo do evento é desenvolver um olhar crítico, reflexivo e treinado sobre indicadores, marcas e sinais de maus-tratos contra crianças e jovens e as suas causas eventuais e reais. “São atendidas seis crianças por dia nos hospitais portugueses vítimas de maus tratos, abuso sexual e negligência. Nos últimos dois anos as instituições de saúde receberam mais de oito mil casos de crianças em risco”, refere um comunicado dos organizadores.
A organização apela à participação dos interessados porque “toda a problemática que envolve as vítimas de maus tratos é de grande relevância para as pessoas que estão, directa ou indirectamente, envolvidas no seu processo educativo e social sendo de realçar o papel primordial que os vários profissionais podem assumir na prevenção dos abusos e negligências à criança”.

LEIA TAMBÉM

Jovens cientistas da EPTOLIVA de Tábua desenvolvem Compósito Antisséptico e conquistam segundo lugar na XI Mostra Nacional de Ciência

Jovens estudantes da Eptoliva, na Tábua, no distrito de Coimbra, desenvolveram uma solução desinfectante a …

A escola ou a escolinha (?). Autor: António Ferro.

Durante várias décadas, fui assistindo às mudanças (algumas drásticas e escusadas) no sistema de ensino …