Cristiano Ronaldo “CR7”: A máquina publicitária de “alta competição”… Autor: João Dinis

Para descontrair, vamos revisitar uns temas do nosso “futebolês” – designação que em geral propomos para o futebol em Português…

Como motivação forte e mais próxima, revisitemos “aquele” golaço espectacular do Cristiano Ronaldo, “CR7”, contra a Juventus, um golaço que acabou por constituir um “prémio” para quem o observou, desde logo dentro do próprio Estádio da Juve…

Sim, foi intencional, saíu-lhe muito bem, é muito bonito…

Esse grande golo com a “bicicleta” intencional – a ser executada a um nível máximo de perfeição atlética e técnica – e aquele outro golo dele, cremos que contra o País de Gales, num dos jogos da fase final do Europeu, 2016, da “nossa” vitória em França, este outro golo executado de cabeça, lá do alto, são dois exemplos exemplares das características muito dominantes em Cristiano Ronaldo: – a sua componente muito atlética e também a versatilidade técnica com o corpo todo.

Acresce que, em CR7, tudo isto está em alta e dura competição há uns 15 anos seguidos! Eis, aqui – a sua permanência tantos anos seguidos ao nível cimeiro que lhe é reconhecido – a maior diferença qualitativa entre CR7 e outros fora-de-série com as suas características principais.

Por exemplo, revisitemos também um golaço, de um “tal” Zlatan Ibraimovic – outro atleta-artista – um golo feito há uns anitos, durante um “amigável” entre as Selecções da Suécia e de Inglaterra… Poderemos então rever uma “bicicleta” dele, também esta intencional e espectacular, executada a três vezes maior distância da baliza que a de CR7 e descaída sobre o lado esquerdo da área de Inglaterra nesse período de jogo. E outros golos notáveis mais, deste Ibraimovic, poderemos nós rever.  Entretanto, Ibraimovic tem sido mais intermitente durante a sua já longa carreira também porque mudou demasiadas vezes de equipa enquanto que CR7 só teve três (Sporting incluído)…  Enfim,  o maior “azar” de Zlatan Ibraimovic foi ter sido um futebolista “entalado” entre CR7 e Messi…

E até se quisermos recuar mais no tempo, poderemos rever duas ou três “bicicletas” de Pélé, outro grande especialista neste tipo de pontapé (bem como em quase todos os tipos de pontapé…e de cabeçadas na bola).

Pois, a seguir a este recente golo “de bicicleta” de CR7, a comunicação social e os “intelectuais do couro” (os comentadores encartados) embandeiraram em arco e até já erigiram este golo ao mais bonito de sempre em futebol !…

Enfim, sou capaz de concordar – do que conheço em futebol – que até o seja em pontapé de bicicleta.  Mas há para aí mil golos “mais bonitos do mundo em futebol” – mas “apenas” consoante o tipo de cada um deles e as nossas próprias preferências “estilísticas”…  Por exemplo, que dizer daquele golo de Maradona pela Argentina contra a Inglaterra…ou um de Messi pelo Barcelona…aliás dois golos quase tirados a papel químico, embora a muitos anos de distância um do outro, pois cada um deles, Maradona e Messi, driblam quase toda a equipa adversária e fazem golo ?!  Então, e aqueles golaços, também incomparáveis, de…Eusébio…ou de Johan Cruyff (“Cróife”)…ou de Ronaldinho Gaúcho …ou de…… ????!!!!…

Ou seja, uma outra e grande diferença a separar CR7 dos outros, é a máquina publicitária que ele faz mover e que também o ajuda, a ele, a mover-se…

Sim, CR7 é uma máquina de fazer golos…e também é uma máquina publicitária de “alta competição” !

As maiores “ironias do destino” do nosso “futebolês”…

Há, por cá, quem muito goste de sentenciar – é o nacional-bacoquismo a mandar – que temos os melhores “do mundo” em futebol de onze – CR7 – e em “futsal” – Ricardinho.

Bem, a primeira precisão a fazer-se é que, sim, são de nacionalidade portuguesa esses dois “monstros sagrados” do espectáculo industrial do pontapé na bola – eu admiro-os no aspecto “artístico” – mas, entretanto, quer um quer outro não jogam dentro de Portugal por Clubes Portugueses…

Depois, a maior (boazinha…) das “ironias do destino” do (nosso) mundo “futebolês” é que fomos Campeões Europeus em Selecções, em Futebol 11 e em “Futsal”, com ambos muito tempo no banco…durante as duas Finais…portanto com eles (os melhores do Mundo…) fora de campo largos períodos do tempo de jogo e depois de se terem lesionado nessas partidas tão emblemáticas! E os seus Companheiros é que aguentaram “as coisas”, lá dentro, até ao apito final.  E sendo especulação também é uma dúvida que sempre me assalta:- caso CR7 não tivesse de ser substituído na final do Europeu contra a França (por lesão), será que a nossa Selecção teria ganhado esse jogo ?!  Sim, que enorme “falta”não nos teria feito CR7…cá fora do terreno de jogo a “segurar” a nossa Selecção como até a “segurou” ?!…

Aqui chegado, arrisco a dizer ainda que CR7 é bem capaz de ser – actual e globalmente considerado – o futebolista mais bi-influente:- dentro do Campo sobretudo perante as Equipas adversárias…fora do Campo (durante as partidas) perante os seus próprios Companheiros de equipa…

Outra “ironia” (mázona…) foi a da Selecção Nacional de Futebol da geração de Luís Figo, nunca ter sido campeã de nada…  Ah! Mentira, que ele e os outros da sua geração foram campeões Mundiais em Selecções sub-20  – Campeões em Riade – 1989 –  e em Lisboa – 1991, “remember” ?…

E há 57 anos atrás, uns “rapazolas” Portugueses – na altura da categoria “Juniores” – foram Campeões Europeus em Selecções Juniores, em 1961, em Lisboa.  Já agora, o “Manel” Serafim marcou os quatro golos – fez um “poker”, Salvé ! – na nossa vitória, na final contra a Polónia, “remember” ?  Salvé, Vasco Gervásio !  Salvé, António Simões – Salvé, José Crispim !  –  Salvé, “rapazolas” Juniores de 1961 !

E, já agora — Salvé, José “Pepe de Belém”!  Salvé, Artur “Pinga” !  Salvé, Fernando Peyroteo!  Salvé,  Rogério “Pipi” !   Salvé, Sebastião “Matateu” !    Salvé, Mário Coluna ! Salvé, todos os grandes “Jogadores da Bola” desses tempos !

Venham agora outros !  Venham ainda melhores, se possível !

Autor: João Dinis, Jano

LEIA TAMBÉM

“CORO” DA HEGEMONIA PS NA CÂMARA E NA ASSEMBLEIA MUNICIPAL ACTUOU DURANTE A EDIÇÃO 2018 DA EXPOH – OLIVEIRA DO HOSPITAL. Autor: João Dinis

Escrevo este “opinião” a 30 de Julho de 2018. Ontem à noite, fui a Oliveira …

Comissão Europeia apoia promoção dos produtos agrícolas europeus. Autor: Sofia Colares Alves

Nos últimos anos, a União Europeia mostrou ser líder mundial do comércio de produtos agroalimentares …