Cultura: Associação OHs.21 anuncia programação cultural

No âmbito do ciclo de cinema português que aquela associação está a promover, amanhã, dia 21, os amantes da sétima arte vão ter a possibilidade de assistir à estreia em Oliveira do Hospital – na casa da cultura César Oliveira, às 21h30 h –, do filme “Aquele Querido Mês de Agosto”.

No local vão estar o realizador Miguel Gomes e, ainda, os actores Fábio Oliveira, Andreia Santos e Armando Nunes.

Depois, dia 29, a OHs.21 traz até Oliveira do Hospital – pelo segundo ano consecutivo –, os filmes premiados do Cine´Eco. As películas vencedoras daquele festival de Seia começam a passar no grande ecrã do auditório da Caixa de Crédito Agrícola (CCA), às 16h00, e seguidamente serão exibidos os filmes dos realizadores senenses que concorreram àquele prestigiado festival.

Dead Combo actuam no auditório da Caixa de Crédito 

No mês de Dezembro, dia 5, às 22h00, aquela associação cultural e multimédia promove, também no auditório da CCA, um concerto com os “Dead Combo”.

Com quatro discos editados, esta é – na opinião do presidente da OHs.XXI, Luís Antero – “a mais estimulante dupla da música portuguesa actual”. Meia-hora antes, às 21h30, os aficionados do cinema podem ainda assistir a uma mostra de curtas metragens e vídeo clips intitulada “Pocket Movies & No Budget Productions”, de Paulo Abreu.

Entretanto, dia 6, tem lugar a sessão de abertura daquela que é já a 11ª edição do Agirarte – Festival de Artes Plásticas de Oliveira do Hospital.

Em exposição por vários espaços públicos de todo o concelho, vão estar dezenas de pinturas e outras obras de arte, numa mostra cujo principal desafio consiste em “levar a arte às pessoas”.

No âmbito da comemoração dos seus 10 anos de aniversário, a OHs.21 realiza, também no dia 6 de Dezembro, um jantar comemorativo no hotel S. Paulo, às 20h00.

Durante este jantar – aberto à sociedade civil –, aquela associação fará a apresentação da sua entrada no mundo digital através do site www.ohs21.org. Trata-se de uma plataforma multimédia que pretende dar a conhecer em pormenor a OHs.21, bem como servir de veículo de comunicação entre a associação e o mundo”, explicou Luís Antero aos jornalistas.

Nesta conferência de imprensa, José Francisco Rolo – dirigente da OHs.21 –, frisou também que a associação pretende agora relançar o programa de debates públicos através da discussão de temas da actualidade ligados à cultura e sociedade.

“Temos que ser mais intensos na oferta da produção cultural”, salientou Rolo, sublinhando que esse é o caminho para “puxar mais pessoas e agregar mais vontades”.

LEIA TAMBÉM

Dominado fogo que hoje se reacendeu em Tábua

O incêndio florestal que deflagrou na terça-feira no concelho de Tábua, que esteve em fase …

Incêndios destruíram mais 500 hectares em Seia

Incêndio de Tábua reacendeu-se e mobiliza centenas de bombeiros

O incêndio que ontem deflagrou em Tábua, está novamente activo. O reacendimento aconteceu ao início da tarde …