Davion é líder de faturação entre as empresas concelhias

… em lugar dianteiro ao que continua a ser ocupado pela Indubeira.

Foi galopante a subida registada pela Davion- Indústria de Vestuário SA em 2011.

Uma realidade plasmada no ranking das 1000 maiores empresas do distrito de Coimbra, divulgado no final de novembro, que coloca a empresa de confeções entre as 50 maiores empresas do distrito – no 41º lugar – atribuindo-lhe também a liderança da realidade empresarial concelhia.

Em causa está uma subida de mais de 40 posições – em 2010 ocupava o 84º lugar – resultante da quase duplicação do seu volume de negócios, que passou de 11 milhões (2010) para mais de 21 milhões de Euros (2011). Uma boa performance acompanhada pelos bons resultados líquidos da empresa que passaram de 27.503, 00 Euros (2010) para 372. 302,00 (2011). Fundada em 1993, a empresa assegura 247 postos de trabalho.

A subida da Davion no ranking das maiores empresas do distrito, permite ao concelho de Oliveira do Hospital uma dupla representação no grupo das 50 maiores, mantendo-se o 45º lugar do ranking ocupado pela empresa Indubeira – Indústria Alimentar, SA.

A empresa do setor alimentar fechou o ano de 2011 com um volume de faturação próximo dos 20 milhões de Euros, registando um aumento de perto de um milhão de Euros em comparação com o ano 2010, altura em que foi líder das empresas concelhias. Com uma centena de trabalhadores, a empresa localizada na Zona Industrial registou no último ano uma descida dos resultados positivos que passaram de 108.916 Euros (em 2010) para 99.360,00 (em 2011).

A EP Garment Company Lda também subiu no ranking das maiores empresas, passando da 104ª posição, para o 90º lugar, com cerca de 11 milhões de Euros em vendas.

Numa listagem que continua liderada pela empresa Soporcel, o concelho oliveirense volta a marcar presença na 97ª posição com a empresa AMOL – Armazéns de Mercearia Oliveirense, conhecida por IG Supermercados, com um volume de negócios de cerca de 10 milhões de Euros. Uma posição que traduz uma descida no que respeita ao lugar ocupado pela empresa (92º lugar) em 2010, mas com poucas oscilações no que às vendas diz respeito.

Ecociclo – Energia e Ambiente, SA, surge na 101ª posição (subiu sete lugares) com mais de 9,5 milhões de Euros em vendas. Com mais de nove milhões de Euros em volume de negócios, a Quinta de Jugais ocupa a 106ª posição, registando uma subida no ranking de 34 lugares.

Na posição 124ª, aparece o Matadouro Regional da Beira Serra (subiu 10 lugares) com mais de 7,5 milhões de Euros em vendas.

No setor da construção, a empresa Joaquim Fernandes Marques e Filhos é líder concelhia, registando uma subida de 91 posições no ranking das 1000 maiores empresas do distrito . A empresa de Nogueira do Cravo ocupava, em 2010, a 226ª posição, passando em 2011 para o 135º lugar. Uma subida que reflete o aumento do volume de faturação que passou de cerca de quatro milhões em 2010 para perto de sete milhões em 2011.

Da análise à realidade empresarial concelhia, destaque para descida registada pela empresa Irsil – Silva & irmãos, Lda. A unidade de confeções que mais mão de obra emprega no concelho passou do 131º lugar para a 137ª posição, fazendo-se acompanhar por uma descida do volume de negócios – passou de 7,2 para 6,7 milhões de Euros -e e por um resultado liquido negativo de cerca de 208 mil Euros.

No total do ranking das 1000 maiores empresas do distrito de Coimbra, o concelho oliveirense faz-se representar por 64 empresas.

LEIA TAMBÉM

Primeiro-ministro vê nas biorefinarias uma “oportunidade” para aproveitar a floresta e elogia trabalho desenvolvido na BLC3

O primeiro-ministro destacou ontem na inauguração do Campus de Tecnologia e Inovação BLC3, em Oliveira do …

António Costa remete construção do IC6 para “quando haja condições financeiras”

O primeiro-ministro não se compromete com uma data para a construção do IC6 entre Tábua …