DECO alerta os consumidores para a existência de 18 milhões de euros em cauções por reclamar

A DECO está a alertar os consumidores que tinham contratos de serviços de electricidade, gás canalizado e água, celebrados até 1999, e que ainda não lhe viram restituídos os valores das cauções pagas, para fazerem o pedido dessa verba até ao dia 31 de Dezembro de 2015. A DECO refere que existem ainda cerca de 18 milhões de euros por entregar aos consumidores.

“Desde 1999 que é proibida a exigência de caução para garantir o cumprimento do fornecimento dos serviços públicos essenciais. Os consumidores que tenham pago cauções associadas aos contratos celebrados até esse ano, e não tenham visto esses valores serem restituídos pelas entidades prestadoras destes serviços através de débito directo ou de acerto na factura, têm até ao dia 31 de Dezembro de 2015 para fazer o pedido de restituição”, explica a DECO que se propõe ajudar gratuitamente os interessados a recuperar esse dinheiro através do site www.dinheirodoscontadores.pt.

“A DECO acompanhará o processo de devolução das cauções e a actuação dos prestadores de serviços. O pagamento da caução será feito pela Direcção Geral do Consumidor, entidade responsável pela gestão e pagamento destes montantes”, sublinha aquela entidade de defesa do consumidor, sublinhando que a maioria desconhece que pode pedir a restituição das cauções de contratos de serviços públicos pagos antes de 1999.

LEIA TAMBÉM

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …

idosos

Idoso desaparecido em Trancoso

Os Bombeiros e a GNR estão a procurar um homem de 90 anos que foi …

  • Luis Santos Do Vale

    como fazer para reaver o dinheiro dos contadores ?

    • De nada

      Está na notícia. Consulte este site: http://www.dinheirodoscontadores.pt.

      • Adjunto de ordens

        Ainda há quem reclame do CBS. Pergunte que alguém responde..! Quando é que o Presidente vai para a rua..? Está para breve..!

        • É só pedir

          Ele algum dia lá esteve? Aquilo é um presidente?
          Ficam no ar estas perguntas respostas.