‘Derby’ do concelho de Oliveira do Hospital é “sempre um jogo diferente”

O AD Nogueirense recebe este domingo, pelas 15 h00, o vizinho FC Oliveira do Hospital, em jogo da sétima jornada do Campeonato Nacional de Seniores. Ambos os treinadores admitem que esta é uma partida especial, uma vez que coloca frente a frente duas equipas do concelho, separadas na tabela classificativa apenas por um ponto e ambas com vontade de ganhar. Ambos reconhecem também que esta partida é vivida de uma forma diferente pelos adeptos.

“É sempre um jogo especial, que envolve gente que se conhece. É vivido de uma forma diferente pelos adeptos, muitos deles até só vão ver estes jogos”, reconhece o treinador do Nogueirense, João Pires, que promete apresentar uma equipa para procurar ganhar o jogo. “Os nossos adeptos não admitem outro tipo de futebol que não seja aquele em que se procura ganhar o jogo”, frisou.

João Pires não considera que a sua equipa esteja a surpreender pela negativa na prova. Garante que o objectivo é a manutenção e que só agora é que o grupo se começa a encontrar. “O Nogueirense fez um desinvestimento. Houve mudança de equipa técnica e de jogadores. Trata-se de uma equipa jovem em fase de crescimento”, justifica, acrescentando que o objectivo do emblema é a manutenção e ficar entre os primeiros. “Uma equipa do interior dificilmente pode pensar ir mais além”, remata.

O técnico do FC Oliveira do Hospital também não tem dúvidas que, dada a proximidade geográfica dos dois emblemas, esta partida tem necessariamente outro significado. “Sendo um jogo com um vizinho é naturalmente um jogo diferente. Mas a nossa preocupação neste jogo é pontuar como temos vindo a fazer”, refere André David, adiantando que a pressão está do lado do adversário. “Para além de jogar em casa, o Nogueirense tem um orçamento muito superior, é praticamente o dobro”, explicou.

O técnico desvalorizou ainda o arranque algo periclitante da equipa neste início de temporada, tendo conseguido apenas uma vitória em sete partidas e três empates. “Claro que se costuma dizer que a equipa que sobe é a candidata à descida, mas temos vindo a somar pontos. O grupo começa a ter os índices desejados e face ao orçamento reduzido que temos penso que estamos no bom caminho”, referiu, garantindo que nem lhe passa pela cabeça a despromoção. “O FC Oliveira do Hospital vai voltar a estar no Campeonato Nacional de Seniores na próxima época”, concluiu.

LEIA TAMBÉM

O Bava da Bola

Um tal Bava, Zeinal de primeiro nome, foi presidente executivo durante anos da PT. Em …

Aquela máquina…

Dois golos de Cristiano Ronaldo e um de André Silva asseguraram a vitória de Portugal …