Desaire nos Açores

Um jogo sempre difícil, devido não só à viagem necessária, como também à qualidade do plantel da casa. Em nenhum momento se esperava facilidades por parte da equipa açoriana, mas teria de ser o Sampaense a reforçar a sua postura de candidato ao título tentando assumir desde cedo as despesas do jogo.

A partida iniciou-se equilibrada, com supremacia da equipa da casa. Muito lentos nas acções defensivas os visitantes viram o Angra consolidar uma vantagem mínima mas que lhes deu alento para disputar o resultado final. Com o passar dos minutos ficava a impressão de que, sempre que o Sampaense carregava mais um pouco na pressão defensiva e posteriormente no contra-ataque, facilmente iriam conseguir virar o resultado do jogo. Mas isso não se verificou.

Com algumas unidades a mostrar um desacerto fora do comum nos momentos chave da partida, era com os “turn-overs” oferecidos pelos visitantes que o Angra conseguia manter a vantagem. Este foi sem dúvida um dos jogos de menor concentração dos comandados de Emanuel Seco que, por mais motivação que incutisse no seu grupo, não tinha o devido retorno em campo. O Angra esteve muito bem no seu colectivo e aproveitou da melhor maneira as sucessivas falhas que o Sampaense ofereceu, convertendo muitos pontos de jogo exterior fruto da fraca defesa apresentada pelos beirões.

O Sampaense acabou por dar um passo atrás nos seus objectivos e o Angra conseguiu uma vitória merecida e muito importante nas suas aspirações para a qualificação nos “play-off”.

O desenrolar do jogo foi:

                    1º Período   2º Período   3º Período   4º Período   Resultado
Parciais               20   17        16 17          25  21         14  17
Acumulados        20 17         36 34         61  55          75  72              75 72

O MVP da partida foi Kendell Craig com uns fantásticos 38 pontos e 7 ressaltos. Juan Wyatt foi o segundo melhor marcador com 18 pontos. No Angra destacaram-se Barret Lamar com 23 pontos, Sunter Maurice com 21 pontos e Pedro Loth com 12 pontos.

Na próxima terça-feira vai-se realizar o jogo All-Star Proliga/LPB e o Sampaense vai ser representado por 3 dos seus atletas. Kendell Craig foi escolhido por todas as equipas para representar as cores beirãs no jogo de estrelas, Juan Wyatt vai participar no concurso de “afundanços” e Jorge Sing vai participar na prova de lançamento de 3 pontos.

Por: pnv

LEIA TAMBÉM

Cristiano Letal Ronaldo

Joelhos na relva, punhos cerrados, sorriso rasgado, olhos fechados, cabeça bem erguida e o grito …

Trail Running Serra da Estrela

A maior aventura de Trail Running em Portugal está de regresso à Serra da Estrela com participantes de 16 países

Seia vai realizar de 9 a 11 de Junho, pelo quarto ano consecutivo a sétima …